Futebol Em situação incomum para o elenco, Flamengo se agarra a feito de 2019 para buscar inédito Tetra do Carioca

Em situação incomum para o elenco, Flamengo se agarra a feito de 2019 para buscar inédito Tetra do Carioca

Desde 2019, quando a base do time que viria a conquistar uma série de títulos foi formada, o Flamengo só se encontrou em desvantagem em um mata-mata duas vezes

Lance
Lance

Lance

Lance

A derrota por 2 a 0 no jogo de ida da decisão do Carioca, para o Fluminense, tornou a missão do Flamengo em conquistar o inédito Tetra ainda mais difícil. O time de Paulo Sousa precisará devolver o placar para levar o confronto para os pênaltis ou vencer por três ou mais gols de diferença para sair do Maracanã, neste sábado, campeão. É uma situação incomum para o grupo que venceu de tudo nos últimos anos, mas se agarra a um feito de 2019 em cenário parecido.

+ Em busca da virada! 10 jogadores do Flamengo buscam o Tetra do Carioca

Fazendo este recorte desde 2019, o Flamengo só saiu atrás - ou seja, perdeu o primeiro jogo - duas vezes antes dessa decisão do Estadual. Na Copa do Brasil de 2020, quando perdeu para o São Paulo por 2 a 1, na ida no Maracanã, e acabou eliminado nas quartas de final após novo revés no Morumbi, por 3 a 0.

A outra foi na histórica campanha de 2019. Nas oitavas de final, o Flamengo foi a Guayaquil, no Equador, e perdeu para o Emelec por 2 a 0. Na volta, em um Maracanã com mais 67 mil torcedores presentes, a equipe - então comandado por Jorge Jesus - devolveu o placar e, nos pênaltis, contou com Diego Alves para avançar. Aquele jogo, segundo relatos dos próprios jogadores, foi o "ponto de virada" sob o comando do Mister que culminou com a conquista da América.

Desde então, o Flamengo mantém uma "espinha dorsal" no time titular e do elenco, que ainda conquistou dois Brasileiros, duas Supercopa do Brasil e a Recopa Sul-Americana, além dos Estaduais de 2020 e 2021 que dão à equipe a possibilidade de conquistar um inédito Tetra do Carioca pelo Rubro-Negro.

Na história do clube, é a missão mais difícil em termos de decisões do Carioca. O Flamengo jamais entrou em uma decisão em situação tão "desconfortável", precisando de três gols de diferença para sagrar-se campeão no tempo normal.

Últimas