Futebol Em série da Fifa, Daniel Alves volta a falar de passagem pelo São Paulo: 'Cheguei no meu limite'

Em série da Fifa, Daniel Alves volta a falar de passagem pelo São Paulo: 'Cheguei no meu limite'

Ex-camisa 10 do Tricolor paulista comentou sobre polêmicas vividas na equipe e disparou críticas à diretoria do clube

Lance
Lance

Lance

Lance

Em série documental produzida pela Fifa, Daniel Alves deu detalhes sobre sua passagem e seus momentos no São Paulo. O lateral fez críticas à direção declarando que “tinha chegado ao seu limite” durante sua estadia na equipe.

GALERIA
> Saiba quais são os 20 jogadores mais valiosos das quartas de final da Champions League

Atualmente no Barcelona, o lateral expôs o que entende terem sido falhas da diretoria do clube e confessou que algumas vivências no Tricolor paulista o desacreditaram se valia mesmo a pena continuar jogando com a camisa do time.

- Fui vivendo várias fases no São Paulo, que foram me desacreditando que valeria a pena estar no clube. Tomei a decisão de ir para o São Paulo para realizar um sonho e pensando que poderíamos construir alguma coisa juntos - confessou.

O episódio 'Sob meu controle' demonstrou diversos momentos vividos pelo jogador no Tricolor, desde a sua recepção no aeroporto de Congonhas, sua apresentação no estádio do Morumbi, e por fim, sua despedida. O lateral, ex-camisa 10 da equipe, polemizou ao afirmar que, devido às falhas estratégicas, havia "chegado ao seu limite".

- Planejamos isso, mas começou a falhar a estratégia que tinham me convencido a vir. Eu cheguei no meu limite, entendeu? Essa é a real, chegou no meu limite. Sou uma pessoa que gosta dos desafios, então comecei a ter resiliência e ter a inteligência de [pensar]: 'Ok, isso não vai ser o que me planejaram, porque eles não têm poder de decisão, mas isso a gente pode dar um giro e tentar a adaptação do processo - disse.

Daniel Alves também comentou que considerou que o início do seu processo no São Paulo havia sido prejudicado, porém, não se aprofundou no tema e nem citou grandes detalhes a respeito.

- Isso não é bom para mim, não é bom para eles, não é bom para a gente. Se não é bom, melhor dar um 'stop'. O controle está na minha mão - ressaltou.

Porém, mesmo em meio a tantas polêmicas, Dani afirmou que se sentiu honrado ao poder ser campeão representando o clube. O lateral ergueu a taça do Campeonato Paulista 2021, sob o comando de Hernán Crespo, e ajudou a romper um jejum que o time estava mantendo desde 2005. Além disso, também relembrou sua despedida, mostrada no documentário.

- Ganhar com o clube do coração não tem preço. Tem que enfatizar isso, que era um sonho, mas precisam defendê-lo com a hombridade necessária, sem interferência, entendeu? A gente deveria dar uma enfatizada, porque tem que dar esse aviso, tem que dar uma alfinetada, senão não sou eu. Queria comentar uma parada aqui, tipo assim: 'Não é sobre dinheiro, é sobre sonho'. Tenho que dar uma cotovelada, sério - finalizou.

Daniel Alves foi anunciado no dia 1º de agosto de 2019 pelo Tricolor. Seu contrato foi rescindido em setembro de 2021. Dois meses depois, foi apresentado ao Barcelona, além de estar presentes nas últimas convocações da Seleção Brasileira realizadas pelo Tite.

Em 95 jogos pelo São Paulo, o lateral foi o autor de dez gols, 14 assistências e se despediu com um título.

Últimas