Futebol Em casa, Ajax não dá chances ao Lille e estreia com vitória na Champions

Em casa, Ajax não dá chances ao Lille e estreia com vitória na Champions

Sensação da última edição da Liga dos Campeões, time holandês contou novamente com o talento de jogadores como David Neres e Ziyech para estrear com o pé direito no torneio

Sensação da última edição da Liga dos Campeões, time holandês contou novamente com o talento de jogadores como David Neres e Ziyech para estrear com o pé direito no torneio

Lance

Lance

Lance

Com a tradicional Johan Cruyff Arena lotada, o Ajax começõu sua trajetória na fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/2020 com vitória. Frente ao Lille, vice-campeão francês da última temporada, o time holandês não deu chances e venceu pelo placar clássico de 3 a 0, gols de Promes, Alvarez e Tagliafico, para ser o líder do Grupo H.

>>> VEJA A TABELA DE CLASSIFICAÇÃO DA UEFA CHAMPIONS LEAGUE


NO POSTE
A primeira chance da partida na Johan Cruyff ArenA foi do Ajax, que ficou a poucos centímetros de abrir o placar quando Ziyech invadiu a área, driblou e soltou um petardo de trivela que estourou na junção do travessão com a trave, assustando o goleiro do Lille.

NA REDE
Na pressão pelo gol, o Ajax conseguiu encurralar o Lille no campo de defesa e, apesar dos espaços criados, saiu na frente graças a um gol de bola aérea. Em cruzamento de Tagliafico, Promes aproveitou a indecisão do goleiro para antecipar e testar no canto para abrir o placar aos 18 minutos de jogo.

GOLAÇO
Já no segundo tempo, o Ajax levou menos de cinco minutos para dobrar sua vantagem e ficar tranquilo na partida. Na primeira chegada perigosa da segunda etapa, aos quatro, David Neres descolou belo passe em profundidade para Alvarez invadir a área e finalizar cruzado, no ângulo do goleiro, para fazer o segundo.

TESTOU FIRME
Na marca de 17 minutos do segundo tempo, o Ajax conseguiu matar o jogo e garantir os três pontos na estreia. Em cobrança de escanteio de Ziyech, Tagliafico subiu mais alto que todo mundo para testar para as redes e sacramentar a vitória dos holandeses.