Futebol Em 10º duelo com o Grêmio na Arena, São Paulo desafia retrospecto ruim em estádio onde pode rebaixar rival

Em 10º duelo com o Grêmio na Arena, São Paulo desafia retrospecto ruim em estádio onde pode rebaixar rival

Tricolor venceu só três dos nove jogos que fez na casa gremista contra o clube gaúcho, que bateu são-paulinos em outros cinco confrontos; apenas primeiro embate acabou empatado

Lance
Lance

Lance

Lance

Na luta para livrar de vez o risco de rebaixamento à Série B e ao mesmo tempo dar um novo passo rumo a uma almejada vaga na pré-Libertadores, o São Paulo enfrenta o Grêmio nesta quinta-feira, às 20h, em Porto Alegre, ainda pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, no décimo duelo entre as equipes na história da Arena do Grêmio, inaugurada em dezembro de 2012. E o time do técnico Rogério Ceni tenta melhorar o retrospecto ruim do seu clube no estádio em um jogo no qual poderá derrubar o rival para a segunda divisão nacional.

> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

Em nove confrontos até hoje na casa do adversário, o time são-paulino ganhou apenas três, enquanto o Imortal obteve cinco vitórias. E só a primeira partida entre os clubes no local, realizada no dia 12 de junho de 2013, terminou empatada. Nesta série de embates, os donos da casa marcaram 11 gols e os visitantes balançaram as redes por sete vezes, sendo duas delas no último jogo no grande palco gremista, onde a equipe paulista superou os anfitriões por 2 a 1, em fevereiro deste ano, em um duelo válido pelo Brasileirão de 2020.

Naquela ocasião, Diego Souza abriu o placar para o Grêmio no primeiro tempo, mas o Tricolor buscou a virada na etapa final com gols de Tchê Tchê e Luciano. Porém, antes disso, o São Paulo vinha de cinco derrotas em cinco encontros no campo adversário, sendo que o último revés desta série negativa pesou para uma eliminação em um torneio que até hoje o clube ainda não conquistou.

Em 23 de dezembro do ano passado, os gremistas venceram os são-paulinos por 1 a 0 no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. E na volta, no dia 30, no Morumbi, o Tricolor não conseguiu passar de um empate por 0 a 0 e deu adeus ao torneio, no qual depois o time gaúcho seria batido pelo Palmeiras na final.

No início de dezembro do ano anterior, o São Paulo já havia sido derrotado por 3 a 0 pelo adversário do Sul no Brasileirão de 2019. E a equipe de Porto Alegre levou a melhor sobre o oponente em sua casa também nas edições de 2016 e 2017, com dois triunfos por 1 a 0, e de 2018, quando ganhou por 2 a 1.

Antes de amargar cinco derrotas consecutivas na Arena do Grêmio, o Tricolor vinha de um empate e duas vitórias nos três primeiros confrontos com o Imortal no estádio do adversário. Após aquela igualdade por 1 a 1 em 2013 no primeiro duelo entre os clubes no local, obteve um triunfo por 1 a 0 em 2014 e um outro por 2 a 1 em 2015, também em compromissos pelo Brasileirão.

COMBINAÇÃO DE RESULTADOS PODE REBAIXAR GRÊMIO NESTA QUINTA

Em meio a este retrospecto geral ruim diante do Grêmio no campo do rival, o São Paulo tem uma grande chance de tornar o confronto desta quinta-feira emblemático - e triste - para a história do 118 anos do clube gaúcho. Isso pelo fato de que uma combinação de resultados na noite deste dia 2 de dezembro poderá selar o rebaixamento da equipe gremista para a Série B do Brasileiro.

A queda será decretada nesta quinta se o time de Rogério Ceni vencer o rival e o Bahia derrotar o Atlético-MG, na Arena Fonte Nova, em Salvador, em jogo atrasado da 32ª rodada, que começa às 18h. Se isso acontecer, o Imortal estará rebaixado porque assim só poderia atingir o total de 42 pontos nos seus dois últimos jogos e terminar a sua campanha no máximo na 17ª colocação da competição, posto que hoje é ocupado pelo Tricolor baiano, com 40 pontos.

Os gremistas têm 36 pontos, em 18º lugar, e mesmo que vençam nesta quinta, continuarão com grandes chances de cair à Série B, pois ainda teriam de buscar dois novos triunfos: primeiro sobre o Corinthians, no domingo, em São Paulo, e depois diante do líder Atlético-MG, no dia 9 de dezembro, em Porto Alegre.

O São Paulo, com 45 pontos, figura hoje na 12ª colocação e com uma vitória livraria o pequeno risco de rebaixamento que ainda o assombra. E passaria a focar apenas a conquista de vagas continentais nas duas rodadas finais. A penúltima será na próxima segunda-feira, quando recebe o Juventude, às 19h, no Morumbi, no adeus à torcida em casa antes de fechar campanha três dias depois, contra o América-MG, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

VANTAGEM SÃO-PAULINA NO RETROSPECTO GERAL

No histórico geral do confronto entre São Paulo e Grêmio, o time paulista leva uma pequena vantagem, com 33 vitórias, 30 derrotas e 30 empates em 93 jogos entre os dois clubes. Neste longa série de embates, a equipe do Morumbi marcou 111 gols e o seu adversário balançou as redes por 99 vezes.

O último encontro dos dois times ocorreu em 14 de agosto deste ano, quando os são-paulinos venceram por 2 a 1, no Morumbi, graças a um gol marcado por Igor Gomes nos acréscimos do segundo tempo. Antes disso, os donos da casa abriram o placar com Vitor Bueno e Vanderson empatou para os visitantes ainda na etapa inicial. O confronto foi válido pela 16ª rodada deste Brasileirão.

Confira os resultados de todos os jogos entre os times na Arena do Grêmio:

12/6/2013 - Grêmio 1 x 1 São Paulo - Brasileirão
4/10/2014 - Grêmio 0 x 1 São Paulo - Brasileirão
13/9/2015 - Grêmio 1 x 2 São Paulo - Brasileirão
24/7/2016 - Grêmio 1 x 0 São Paulo - Brasileirão
15/11/2017 - Grêmio 1 x 0 São Paulo - Brasileirão
26/7/2018 - Grêmio 2 x 1 São Paulo - Brasileirão
1/12/2019 - Grêmio 3 x 0 São Paulo - Brasileirão
23/12/2020 - Grêmio 1 x 0 São Paulo - Copa do Brasil
14/2/2021 - Grêmio 1 x 2 São Paulo - Brasileirão (de 2020)







Últimas