'El Morumbi te mata!' São Paulo é o pior mandante do Brasil em 2019

Aproveitamento do time quando atua em casa está abaixo dos 50% no ano, pior do que qualquer outra equipe que disputa a Série A do Brasileirão

Pablo lamenta chance perdida pelo São Paulo em jogo no Morumbi

Pablo lamenta chance perdida pelo São Paulo em jogo no Morumbi

Lance

A derrota por 1 a 0 para o Goiás na última quarta-feira, foi apenas mais um tropeço em casa nesta temporada em que as oscilações são maiores do que a regularidade no São Paulo. Esse desempenho ruim como mandante está estampado nos números do time durante o ano de 2019, principalmente quando eles são comparados com os dos outros clubes da Série A. Para agravar a situação, em alguns desses rankings, o Tricolor figura como o pior.

Diante do Esmeraldino, jogo que marcou a demissão do ténico Cuca, os são-paulinos foram derrotados apenas pela quarta vez como mandante neste ano, o que deixa o clube na oitava posição da lista que inclui a estatística anual dos outros 19 participantes da elite brasileira. O Botafogo, lanterna desse ranking, perdeu sete partidas em casa em 2019.

A partir daí, o São Paulo passa a aparecer como o pior nas outras três listas de números como mandante: aproveitamento, vitórias e empates. Para Reinaldo, esse fraco desempenho nos domínios do Tricolor prejudicam as pretensões do clube no Brasileirão e será preciso buscar pontos fora de casa.

"Prejudica muito a gente não ganhar em casa. Fora de casa estamos bem, mas dentro não estamos conseguindo vencer. Mas vamos ajustar isso, roubar pontos fora de casa e depois ajustar para ganhar pontos aqui dentro de casa", declarou o lateral-esquerdo na zona mista do jogo da última quarta-feira.

O número de vitórias do São Paulo dentro de casa nesta temporada é muito baixo e não chega a dez, algo que só o Avaí, entre os clubes de Série A, ainda não conseguiu também. Com sete triunfos, os são-paulinos amargam a lanterna do ranking neste momento. Confira os cinco piores da elite:

1) São Paulo - 7 em 22 jogos oficiais
2) Avaí - 9 em 23 jogos oficiais
3) Chapecoense - 10 em 23 jogos oficiais
4) Botafogo - 10 em 21 jogos oficiais
5) CSA - 10 em 21 jogos oficiais

Se o número de vitórias é baixo, o número de empates é alto e isso não significa um bom sinal, já que podem ser considerados tropeços do Tricolor, incluindo contra equipes de menor expressão, equipes reservas e clássicos. Até aqui são 11 empates em 22 partidas oficiais, ou seja, o time empata metade de seus jogos quando atua em casa nesta temporada.

1) São Paulo - 11 em 22 jogos oficiais
2) Avaí - 10 em 23 jogos oficiais
3) Corinthians - 9 em 29 jogos oficiais
4) Fluminense - 8 em 25 jogos oficiais
5) CSA - 7 em 21 jogos oficiais

Por fim, o quesito mais importante: o aproveitamento. Como mandante, o São Paulo tem o pior retrospecto entre os clubes de Série A, pior até do que equipes como Chapecoense e Avaí, que brigam contra o rebaixamento no Brasileirão. Os números são tão ruins que mostram que os são-paulinos não conseguem conquistar 50% dos pontos que disputa em casa neste ano.

1) São Paulo - 48,48%
2) Chapecoense - 52,17%
3) Avaí - 53,62%
4) Botafogo - 53,97%
5) Fluminense - 54,67%

O Tricolor só volta a jogar como mandante no dia 5 de outubro, quando enfrenta o Fortaleza, no Pacaembu, pela 23ª rodada do Brasileirão-2019. Antes disso, porém, pega o Flamengo, no próximo sábado, às 19h, no Maracanã. Na sexta posição na tabela, o São Paulo tem 35 pontos, 13 atrás do líder.

Show brasileiro! Vinicius Jr e Rodrygo brilham na vitória do Real