Após derrota para o Goiás, Cuca deixa o comando do São Paulo

Treinador não resistiu aos resultados ruins nos últimos jogos e deixa a equipe do Morumbi após 26 jogos, com apenas 47,7% de aproveitamento

Cuca não é mais técnico do São Paulo

Cuca não é mais técnico do São Paulo

São Paulo

A segunda passagem de Cuca como técnico do São Paulo acabou. Com cerca de cinco meses de trabalho, o treinador não conseguiu fazer o time evoluir e deixa o clube após derrota para o Goiás, na última quarta-feira.

Contratado na reta final do Campeonato Paulista, o treinador comandou a equipe na derrota para o Corinthians na final, na eliminação da Copa do Brasil para o Bahia e nos primeiros 21 jogos do Campeonato Brasileiro, acumulando nove vitórias, dez empates e sete derrotas, com aproveitamento de 47,4%.

A situação ficou pior nos últimos dias, com o São Paulo conquistando apenas cinco dos últimos 18 pontos disputados no Campeonato Brasileiro.

A decisão da saída foi tomada pelo técnico, que pediu demissão logo depois da derrota para a equipe goiana. Os dirigentes são-paulinos, porém, conseguiram convencê-lo do contrário. Nesta quinta-feira, ao chegar ao CT do clube para trabalhar, Cuca voltou a insistir que não conseguiria fazer a equipe evoluir. Dessa forma, as partes chegaram a um acordo para encerrar o vínculo.

Ele foi o quinto treinador do São Paulo desde o início de 2018. Antes dele, passaram pelo clube do Morumbi Dorival Júnior, Diego Aguirre, André Jardine, Vagner Mancini (interino). Mancini, aliás, é o mais cotado para voltar a assumir o time pelo menos até o final do ano.

Show brasileiro! Vinicius Jr e Rodrygo brilham na vitória do Real