Futebol Duas faces de um mesmo time? Com Renato, números do Flamengo são muito superiores nos mata-matas

Duas faces de um mesmo time? Com Renato, números do Flamengo são muito superiores nos mata-matas

São 23 jogos do Flamengo sob direção do treinador Renato Gaúcho, que soma aproveitamento absoluto nas Copas, mas derrapa no Campeonato Brasileiro

Lance
Lance

Lance

Lance

Renato Gaúcho estreou no Flamengo há menos de três meses, em 14 de julho, e já dirigiu o Flamengo 23 vezes desde então. Uma maratona de jogos por Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, torneios pelos quais o Rubro-Negro segue vivo. Contudo, mais do que a distância para o Atlético-MG, os números da equipe no Brasileirão ficam abaixo do obtido nos mata-matas. São menos gols marcados, mais gols sofridos e um aproveitamento inferior.

Quando Renato chegou ao Ninho, o Flamengo estava prestes a disputar as oitavas de final da Libertadores e as oitavas da Copa do Brasil. Com 100% de aproveitamento em 10 jogos nos mata-matas, o Rubro-Negro enfrentará o Palmeiras, em 27 novembro em Montevidéu, pelo Tri da América. No fim de outubro, decidirá com o Athletico um lugar na finalíssima da Copa do Brasil.

Na Copa do Brasil, o Flamengo atropelou o ABC (7 a 0 no agregado) e Grêmio (6 a 0 no agregado). Na Libertadores, a trajetória tem classificações sobre o Defensa y Justicia, Olimpia e Barcelona (5 a 1, 9 a 2 e 4 a 0 nos agregados).

A campanha perfeita nas Copas dá lugar a uma trajetória com alguns deslizes no Brasileirão. São 13 rodadas disputadas sob o comando de Renato, com oito vitórias, três empates e duas derrotas. O aproveitamento de 69% dos pontos não pode ser considerado ruim, e mantém o time em segundo lugar, por ora.

Mais do que os números, as escolhas do técnico deixam no ar se o Flamengo está "indo com tudo" em busca do tricampeonato brasileiro. Questionado, Renato Gaúcho sempre diz que não deixa o Brasileirão "de lado", e justifica as mudanças na equipe titular, ou até mesmo entre os reservas, pelo desgaste.

Antes de decisões pela Libertadores, por exemplo, o Flamengo foi derrotado pelo Internacional, por 4 a 0, e pelo Grêmio, por 2 a 0, ambos no Maracanã.

Os empates em 1 a 1, com o Ceará e com o América-MG, antecederam jogos decisivos contra o Grêmio, na Copa do Brasil, e Barcelona, pela Libertadores.

Os números do Flamengo, sob o comando de Renato, no Brasileirão:

13 Jogos - 8V/3E/2D
69,23% de aproveitamento dos pontos

25 Gols pró / 12 Gols contra - 1,92 GP/jogo e 0,92 GC/jogo

O Flamengo, sob o comando de Renato, na Copa do Brasil e Libertadores:

10J - 10V
100% de aproveitamento dos pontos

31Gols pró / 3 Gols contra - 3,1 GP/jogo e 0,3GC/jogo

Últimas