Futebol Dorival explica mudanças e elogia entrega do elenco do Flamengo: 'Isso me faz acreditar cada dia mais'

Dorival explica mudanças e elogia entrega do elenco do Flamengo: 'Isso me faz acreditar cada dia mais'

Em coletiva, comandante rubro-negro ressaltou o desgaste do time em meio ao intenso calendário brasileiro. Ele citou que colocará sempre em campo 'a melhor equipe possível'

Lance
Lance

Lance

Lance

Embalado pela classificação na Copa do Brasil, o Flamengo voltou a campo pelo Brasileirão e conquistou os três pontos. A equipe carioca dominou o Coritiba com tranquilidade e voltou a triunfar e se aproximar do pelotão de frente da competição. Na coletiva, Dorival Júnior valorizou a vitória e explicou as mudanças no time.

De acordo com a visão do comandante, o desgaste no duelo contra o Atlético-MG foi muito grande. Com isso, ele decidiu colocar em campo apenas três jogadores que foram titulares na quarta: Pedro, Santos e João Gomes.

- Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

- Na hora que acabou o jogo de quarta era nítida a entrega. Todos perceberam como os jogadores terminaram a partida de quarta contra o Atlético-MG. Usamos hoje Pedro, João e Santos, três atletas apenas e dois de linha. Mesmo assim não conseguiram suportar toda a partida. Imagina se tivéssemos os 11 na mesma situação? - disse, e emendou:

- Então ou estudamos aquilo que é estudado, que é aferido a cada partida em relação a todos atletas, coletivamente, ao grupo, ou respeitamos isso ou ignoramos e jogamos tudo por baixo da mesa, do tapete e colocamos aquilo da nossa cabeça, imaginando que aquela equipe vai ser a de sempre melhor condição possível - completou.

Além disso, Dorival explicou que o Rubro-Negro não abriu mão de qualquer competição, mas a dificuldade aumenta a cada rodada. O time disputa três campeonatos simultâneos e as mudanças tornam-se necessárias para não ter problemas com lesões em momentos decisivos.

- Quero deixar claro, não abrimos mão de competição alguma. Hoje colocamos em campo o melhor Flamengo possível. As pessoas podem às vezes não entender, mas não tem como ter que atuar dois dias e meio depois de estarmos em campo. Depois daquela partida os jogadores foram dormir 3h, 4h da manhã. A entrega foi muito grande. Tivemos pessoas da comissão técnica que não conseguiram dormir. O desgaste é excessivo. Isso também aconteceu com o Atlético que joga amanhã, não hoje como nós jogamos - salientou.

- O grau de dificuldade em cada rodada é ainda maior. E pode ter certeza que vou sempre colocar em campo a melhor equipe possível. Estou muito satisfeito com o que estou vendo, porque a entrega está sendo muito grande. Se deixamos a desejar em alguns aspectos técnicos, e eu concordo, a entrega, a dedicação, a determinação, a luta pelo resultado tem sido motivante e isso me faz acreditar cada dia mais - explicou.

+ ATUAÇÕES: Reservas dão conta do recado e Diego volta a marcar em vitória do Flamengo

Na próxima rodada, o Flamengo volta a campo novamente no Mané Garrincha. Desta vez, o adversário será o Juventude, na quarta-feira, às 20h30.

Últimas