Futebol Diretor do Botafogo mostra confiança em Enderson Moreira: 'Tem bons trabalhos por onde passou'

Diretor do Botafogo mostra confiança em Enderson Moreira: 'Tem bons trabalhos por onde passou'

Antes de Ricardo Resende, Eduardo Freeland explicou a escolha pelo novo técnico, relatou um clima de cobrança no vestiário e confia em uma recuperação do Botafogo

Lance
Lance

Lance

Lance

O Botafogo passa por um período de pura instabilidade. Na 14ª colocação na Série B do Brasileirão, a distância do Alvinegro para a primeira equipe no G4 da competição é de dez pontos.

+ Novo técnico do Botafogo, Enderson Moreira sofreu infarto em maio

Após a derrota por 2 a 0 para o Goiás, nesta terça-feira, o clube anunciou que Enderson Moreira será o novo técnico para o restante da temporada. Antes de Ricardo Resende, treinador interino, falar em entrevista coletiva, Eduardo Freeland, diretor de futebol, falou sobre o momento do clube.

- É muito natural que exista um inconformismo de todos. Partindo disso, um clube que tem a grandeza do Botafogo não pode passar pelo o que está passando e a gente está trabalhando demais para que esses resultados como o de hoje não aconteçam. A última semana foi muito conturbada. Houve a saída do Chamusca, que infelizmente não conseguiu entregar os resultados que esperávamos, a gente queria estar no G4 nesse momento, então foi necessária a substituição - afirmou.

O dirigente elogiou a postura de Ricardo Resende, que retornará a ter atenções focadas apenas para o time sub-20, e explicou o motivo da escolha por Enderson Moreira, afirmando que o técnico traz números positivos consigo.

- Enquanto buscávamos a substituição, colocamos o Ricardo Resende, que faz um ótimo trabalho no sub-20, colocamos o Ricardo Resende, acreditou que poderia dar um suporte nesse momento. Infelizmente os resultados não vieram e a gente agradece a ele. Hoje anunciamos o Enderson Moreira, tem bons trabalhos, dois títulos da Série B, bons aproveitamentos nos clubes que passou. Estamos bastantes convictos que vai contribuir - completou.

+ Veja a tabela da Série B

Freeland também relatou que o clima interno do Botafogo passa longe de ser bom. O dirigente afirmou que a reação após a derrota para o Esmeraldino foi de muita cobrança e uma franca conversa com os jogadores. Ele também voltou a colocar confiança em Enderson.

- O vestiário após o jogo foi de bastante cobrança, muito forte, onde os atletas sabe que podem dar mais, eles precisam disso. Eles estão envolvidos com o clube, mas sabem que precisam entregar mais. A gente está imbuído para buscar soluções. Acreditamos que com a chegada do Enderson vamos colocar o bico do nosso avião para cima e a torcida pode esperar que a gente vá buscar pontos novamente e comemorar o acesso no final da temporada. Ninguém está satisfeito, mas estamos trabalhando para reverter esse cenário - finaizou.

Últimas