Futebol Diego Simeone sobre caso Vini Jr: 'Espanha não é um país racista'

Diego Simeone sobre caso Vini Jr: 'Espanha não é um país racista'

Técnico do Atlético de Madrid reconhece problemas sociais, mas isenta Espanha de ser um país racista

Lance
Lance

Lance

Lance

Diego Simeone, técnico do Atlético de Madrid, comentou sobre o episódio de racismo sofrido pelo brasileiro Vinícius Júnior, do Real Madrid, durante o jogo contra o Valencia pela 35ª rodada de LaLiga. O treinador argentino pontuou que medidas devem ser tomadas contra estes atos, mas disse que a Espanha não é um "país racista".

- A Espanha não é um país racista. É uma questão social que tem que ser cuidada, mas não é um país racista. Tudo o que está acontecendo pode nos dar a oportunidade de que as coisas aconteçam para melhorar. É claro que, dessas situações que estão sendo vividas, que já são contínuas, não vamos colocar uma pessoa ou uma camisa, vamos colocar a pessoa, o humano, que recebe essas situações, é muito mais profundo - pontou Simeone, ao jornal espanhol "Marca".

- As pessoas estão todas dispostas a ajudar, porque somos nós que temos de ajudar em todo o tipo de situações que podemos gerar a partir do local que nos toca; treinadores, futebolistas, árbitros, todos nós que estamos à volta do que se passa no estádio . Mas eu não ficaria no estádio. Não se enganem, porque não é um problema de futebol, é um problema social - disse.

+ Gabriel Paulista, do Valencia, se retrata após caso de racismo contra Vini Jr: ‘Talvez me expressei mal’

O argentino também ressaltou casos de racismo envolvendo Diego Costa, atacante hispano-brasileiro que atuou no Atlético de Madrid em duas passagens.

+ 10% OFF nos mantos internacionais a partir de R$299,90 com o cupom: LANCEFUT

- Racismo contra Diego Costa naquela época? Não justifico absolutamente nada e não me concentro no que aconteceu em Valencia. É muito mais amplo, já aconteceu antes e, como no Real Madrid, recebe mais atenção, mas sempre acontece e eles sabem disso - disse o técnico argentino.

Últimas