Futebol Derrota é aceitável, mas mostra que Santos não pode se acomodar

Derrota é aceitável, mas mostra que Santos não pode se acomodar

Goleada alerta que Peixe não é imbatível, mas precisa de peças para alcançar objetivos. Alvinegro segue com melhor campanha do Paulista, com 12 pontos

Goleada alerta que Peixe não é imbatível, mas precisa de peças para alcançar objetivos. Alvinegro segue com melhor campanha do Campeonato Paulista, com 12 pontos

Elenco do Santos reunido após goleada sofrida pelo Ituano, por 5 a 1, pelo Paulistão

Elenco do Santos reunido após goleada sofrida pelo Ituano, por 5 a 1, pelo Paulistão

Divulgação Twitter

O Santos conheceu a primeira derrota da temporada de forma dolorosa. Em Itu, o Peixe foi goleado pelo Ituano, por 5 a 1, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. O revés é aceitável, mas deve ser encarado como um alerta.

É claro que uma derrota não vai apagar o trabalho brilhante que o técnico Jorge Sampaoli tem feito no Santos. Vale lembrar que o argentino recuperou o futebol do meia Jean Mota, convenceu o atacante Derlis González de ficar e teve novas ideias no esquema tático do Peixe.

O resultado negativo de ontem mostrou que o Santos precisa urgentemente de um centroavante. Quando já estava 2 a 0, o Alvinegro abusou de jogar a bola na área. Porém, lá, apareciam Yeferson Soteldo, com 1,60 m e Derlis, com 1,72 m. No banco de reservas, os jovens Yuri Alberto e Kaio Jorge.

É bom ressaltar a defesa do Ituano, que soube se fechar e explorar os contra-ataques, tática que o técnico Vinicius Bergantin propôs. Diego Pituca e Carlos Sánchez ficaram presos na marcação e não conseguiram criar com tanta facilidade.

Outro problema é a bola aérea. Três gols foram sofridos assim. Os zagueiros Felipe Aguilar e Gustavo Henrique não se entenderam. O colombiano, inclusive, falhou em quatro tentos.

Foi provado também que não se pode mais perder tempo para contratar novos jogadores. Sampaoli vem avisando há uma semana que precisa de reforços. A estreia da Copa do Brasil é nesta quarta-feira. A da Sul-Americana é na próxima terça.

A boa notícia é que o meia Jean Mota vem mostrando que pode seguir evoluindo com Sampaoli. O jogador, mais uma vez, marcou um gol. É o artilheiro do Santos no Paulistão, com quatro tentos. Derlis, mesmo esquentado, também não desistiu das jogadas e tentou construir alguns lances de ataque.

É hora de juntar os cacos e analisar as fraquezas. O Santos estreia em sua segunda competição do ano nesta quarta, contra o Altos-PI, às 19h15.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Relembre craques brasileiros que fracassaram no futebol europeu