Campeonato Brasileiro

Futebol Cuiabá desliga ex-Corinthians após acusação de agressão a mulher 

Cuiabá desliga ex-Corinthians após acusação de agressão a mulher 

Dois jogadores foram acusados em boletim de ocorrência, e o atacante Clayson, que pertence ao Bahia, teve vínculo encerrado 

Lance
Clayson chegou ao Cuiabá como grande reforço, mas deixa o time após acusação de agressão

Clayson chegou ao Cuiabá como grande reforço, mas deixa o time após acusação de agressão

Lance!

O Cuiabá comunicou, na tarde desta quinta-feira (9), o encerramento do vínculo do atacante Clayson com o clube, após ele ser acusado, em um boletim de ocorrência, de ter participado de uma agressão a uma jovem. Em nota, o clube disse que dispensou o atleta depois de ele ter confessado participação no ocorrido.

O meia Rafael Gava também foi citado como participante no B.O., porém o Cuiabá não desligou o atleta. Segundo o clube, tanto Clayson quanto o meia negaram que este tivesse participado do ocorrido. Assim, o Dourado espera a conclusão das investigações para decidir o futuro de Gava.

"O Cuiabá Esporte Clube informa que tomou ciência ontem da existência de um boletim de ocorrência em que os atletas Clayson e Rafael Gava são acusados de lesão corporal a uma jovem. Ao confrontar os jogadores, a direção ouviu a confissão da participação de Clayson no lamentável episódio. Já Rafael Gava teve sua versão de que estava em casa com familiares confirmada pelo próprio colega", escreveu o Cuiabá em nota oficial.

"O Cuiabá lamenta profundamente o ocorrido e já informou a Clayson que sua conduta extracampo é inaceitável e que encerrará seu vínculo imediatamente. O atleta, que pertence ao E.C. Bahia, foi excluído ontem mesmo do grupo que enfrenta hoje o Santos, na Vila Belmiro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Em relação ao atleta Rafael Gava, o Cuiabá aguardará a conclusão das investigações para decidir qual atitude será tomada", acrescentou o clube.

O Cuiabá encerrou a nota afirmando que repudia "toda e qualquer forma de violência e de assédio, especialmente contra as mulheres", e que "contribuirá na apuração dos fatos e responsabilidades".

O CASO DE CLAYSON

Uma mulher de 22 anos foi internada, na terça-feira (7), no Hospital Municipal de Cuiabá, após alegar ter sido agredida em um motel da cidade. A Polícia Militar revelou que, segundo o boletim de ocorrência, a jovem estava no estabelecimento com três homens e outras duas mulheres e, em determinado momento, o atacante Clayson teria quebrado uma garrafa e a agredido.

Consagrados técnicos brasileiros estão desempregados; relembre

Últimas