Covid-19: Ramiro defende protocolo do Corinthians após polêmica

O volante comentou sobre o assunto durante entrevista coletiva nesta tarde no CT, juntamente com o companheiro de equipe Gabriel, que falou sobre a final sem torcida 

Lance

Lance

Lance

Uma polêmica que tomou conta nos últimos dias foi a recusa do Corinthians em realizar os testes de Covid-19 em seu elenco, antes das finais do Campeonato Paulista. Perguntado sobre o tema em entrevista coletiva juntamente com Gabriel, o volante Ramiro disse que essa questão não irá afetar a preparação da equipe.

- Esse tipo de questão a gente deixa mais para o extracampo, extra-clube, temos que nos focar no nosso trabalho, ir a campo e fazer um grande jogo. Isso não vai interferir na nossa concentração para esses dois jogos. Estudamos muito a equipe deles, sabemos a forma que a gente tem que se portar para, pós segundo jogo, nos sagrarmos campeões – completou.

O fato gerou incômodo no Timão já que o Palmeiras não concentrou seus jogadores, como manda o protocolo de segurança da Federação Paulista. Ramiro comentou sua situação, já que está longe da família, com esposa e filho recém-nascido.

- Todo mundo que tem família, a gente sabe da importância que tem na vida de cada pessoa. Eu tenho filho recém-nascido e esposa em casa, mas sabemos que esse afastamento é por um bem maior. Não vou dizer que no clube optaram, quando existe protocolo, uma regra vindo de cima, a gente tem que respeitar. Esse foi o protocolo estabelecido e a gente vêm cumprindo à risca, longe de nossas famílias para a proteção de todos - afirmou.

Vale lembrar que a final será disputada sem público por conta da pandemia do novo coronavírus. Perguntado pela reportagem do LANCE!, o volante Gabriel lamentou jogar sem público, mas ressaltou a importância do momento que a sociedade está vivendo.

- Logicamente, a gente queria o torcedor no estádio. Vivemos assim, crescemos assim, sonhamos em jogar com estádio lotado, ainda mais numa decisão, num clássico. Mas, lógico, agora não é momento de falar isso. Estamos ainda saindo de uma zona de risco muito grande para uma zona intermediária de um vírus que arruinou a vida da população de uma maneira geral. Eu e todos que estão aqui nunca vivemos isso antes. Espero que o mais rápido possível consigam normalizar tudo, a torcida volte ao estádio. Não só para incentivar o jogador, mas para o torcedor também é importante estar lá. Torcedores que vivem o clube, no final de semana vão estádio - disse.

Corinthians e Palmeiras se enfrentam nesta quarta-feira (5), às 21h30, na Arena do Timão, pelo jogo de ida da final do Campeonato Paulista. A partida de volta está marcada para sábado (8), às 16h30, no Allianz Parque.