Futebol Corinthians vê rescisão de Roger Guedes 'andar', mas cautela segue

Corinthians vê rescisão de Roger Guedes 'andar', mas cautela segue

Desfecho da negociação com os chineses é esperado para este início de semana, mas as partes mantém a precaução para cravar qualquer avanço, seja negativo ou positivo

Lance
Lance

Lance

Lance

Provavelmente são poucos os torcedores do Corinthians que ainda aguentam ler qualquer coisa sobre a possível chegada de Roger Guedes. Apesar da espera maçante, a verdade é que as coisas estão andando, mesmo que em passos lentos. Os mais otimistas entendem que algum desfecho possa acontecer ainda no início desta semana, mas a palavra de ordem no negócio ainda é "cautela".

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Relembre a estreia de grandes jogadores do Corinthians na última década

As tratativas do estafe de Roger com o Shandong Luneng, da China, se arrastam por algum tempo, batalha que já era esperada que fosse assim. Nunca foi fácil negociar com chineses, principalmente quando se trata de um clube que tem obrigações em dia e não tem a intenção de liberar o jogador.

Mas paciência e persistência são alguns dos trunfos dos envolvidos na negociação. Não há pressa para o desfecho, mas sim objetivo e procedimento, diante dos quais há otimismo quanto ao sinal positivo por parte de quem está neste momento à frente das conversas com os representantes do Shandong.

Nos bastidores, o Corinthians trabalha com a informação de que a rescisão está andando de pouco em pouco, mas não se sabe quando a resposta virá. Uma expectativa otimista dá conta que nos próximos dias (ou horas) Roger Guedes estará com a liberação em mãos para finalmente se tornar jogador alvinegro.

Mesmo os mais otimistas, no entanto, seguem com cautela para tratar do assunto. Isso porque caso a rescisão não saia, e essa hipótese não está descartada, o atacante não virá, uma vez que o Timão não está disposto a arcar com qualquer valor para compensar os chineses financeiramente.

Por isso, a postura corintiana continua sendo de aguardar para poder concluir um acordo que já foi apalavrado com Roger e com seu estafe. Quando (e se) a rescisão sair, dificilmente ele não será jogador do Corinthians nesta temporada. Aos torcedores resta assistir a mais alguns capítulos dessa novela, na qual o final pode valer muito a pena e ele pode estar mais próximo do que nunca.

Últimas