Futebol Corinthians não trabalha com a possibilidade de demissão de Cuca

Corinthians não trabalha com a possibilidade de demissão de Cuca

Direção do clube quer dar tempo ao treinador, mas não descarta reavaliar o trabalho após as duas próximas partidas

Lance
Lance

Lance

Lance

Mesmo bastante pressionada, a diretoria do Corinthians não pensa em demitir o técnico Cuca. Existe uma ala grande da torcida corintiana que segue pedindo a saída do treinador, por conta da condenação que ele possui por atentado ao pudor com violência contra uma garota de 13 anos, em 1987, quando ainda era jogador e defendia o Grêmio em uma excursão na Suíça.

A derrota na estreia do novo técnico, contra o Goiás, por 3 a 1, no último domingo (23), aumentou o coro em defesa da saída do treinador. Ainda assim, o entendimento da direção corintiana é de dar tempo de trabalho ao profissional, considerado como único dentro dos padrões financeiros da equipe que pode ‘chacoalhar’ o elenco e fazer com que o time apresente evolução dentro de campo a curto prazo.

+ Róger Guedes é único destaque, e defesa é grande culpada em derrota do Corinthians

Os dois próximos compromissos, contra o Remo, pela Copa do Brasil, e Palmeiras, pelo Brasileirão, serão fundamentais para a sequência de Cuca no Timão. Isso não significará que a direção corintiana o demitirá em casos de derrotas, mas o resultado dessas partidas definirão se o clima acerca do clube vai amenizar ou piorar.

Responsáveis pelo departamento de futebol corintiano, o presidente Duílio Monteiro Alves e o gerente de futebol Alessandro Nunes estão adotando uma postura de confiança ao trabalho de Cuca e de pensamento jogo a jogo em um primeiro momento, mas não descartam reavaliar a escolha após o Dérbi.

+ Assine o Star+ por apenas R$32,90 por mês e acompanhe o Fluzão na Libertadores quando e onde quiser!

Últimas