Futebol Corinthians não inicia renovação e trio fica próximo de deixar o clube

Corinthians não inicia renovação e trio fica próximo de deixar o clube

Dirigentes corintianos confirmaram que ainda não conversam com Otero, Cazares e Jemerson sobre extensão do contrato

Lance
Corinthians não inicia renovação e trio fica próximo de saída

Corinthians não inicia renovação e trio fica próximo de saída

Lance

O Corinthians não iniciou a negociação para renovar os contratos do trio Jemerson, Cazares e Otero, que se encerram no meio deste ano, e, portanto, corre sério riscos de perder os jogadores.

Em entrevista coletiva virtual concedida por Alessandro Nunes, gerente, e Roberto de Andrade, diretor de futebol do Timão, nesta sexta-feira (9), foi justificado que a política de austeridade financeira no clube, que visa o enxugamento da folha salarial, faz com que assuntos referentes a extensões contratuais não sejam debatidos até o momento.

- Sobre Jemerson, Otero e Cazares, não estamos tratando neste momento de nenhuma renovação. Atletas que temos total respeito pelo futebol, caráter e profissionalismo. O contrato é curto, mas ainda vigente.Parte comercial e renovação não tratamos neste momento. Estamos buscando diminuir custos no futebol. Se tivesse tratando de renovação expressiva agora, não teríamos reduzido os 25% neste momento. O momento é duro, difícil e precisamos ter bastante serenidade e segurança para fazer qualquer renovação - disse Alessandro.

- Nestes primeiros três meses, a gente teve uma redução de 25% no total das despesas, tiramos perto de R$ 2 milhões por mês da folha. Tudo isso você acumula gordura para em algum momento voltar com algum valor na folha de um jogador que traga qualidade - complementa Roberto de Andrade.

Se unirmos o fato do vínculo dos três jogadores com o Corinthians estar perto do fim, o não início das conversas para extensão e a filosofia de contensão de despesas do clube, é natural que a continuidade dos atletas no Timão não é grande.

Entre os nomes, apenas Jemerson tem sido titular constantemente. Já Otero e Cazares, embora atuem em boa parte das partidas, nem sempre iniciam jogando.

O equatoriano até vinha figurando com mais frequência nos 11 iniciais até o fim do ano passado, mas uma lesão sofrida no início de 2021 fez com que ele perdesse a cadeira cativa, até pelo fato do técnico Vagner Mancini considerar que o retorno do atleta não foi dentro dos padrões considerados ideais.

Com três brasileiros, Uefa divulga seleção das quartas da Champions

Últimas