Futebol Corinthians mantém mistério sobre o futuro de Vítor Pereira até o fim do Brasileirão

Corinthians mantém mistério sobre o futuro de Vítor Pereira até o fim do Brasileirão

Foco do treinador e da diretoria é cumprir o objetivo de classificação à fase de grupos da Libertadores antes de qualquer definição

Lance

O Corinthians não vai anunciar o futuro do técnico Vítor Pereira antes do fim do Campeonato Brasileiro. A ideia era uma definição após o fim da Copa do Brasil, mas como o Timão perdeu a final para o Flamengo a decisão foi estendida até o fim do Brasileirão, pois o clube alvinegro tem o objetivo de conquistar uma vaga direta à fase de grupos da Libertadores.

- Temos contrato com o Vítor até o fim do ano, temos objetivo de chegar à Libertadores de forma direta. Difícil com a vitória de hoje. Primeiro, a gente tem que fazer o que se propor. O planejamento pensando no ano que vem tem sido trabalhado. Observamos jogadores, conversamos com o Vitor - explicou o presidente Duílio Monteiro Alves em pronunciamento após a derrota por 2 a 0 para o Fluminense, na noite da última quarta-feira (26).

- Estamos disputando algo importante para o clube e discutindo se o treinador fica ou sai. A prioridade é o Corinthians, que tem que estar focado nos objetivos desta temporada. O futuro se constrói hoje. Não é se o treinador fica ou sai. Um diz que sai, outro diz que não sai. Quem eu tenho que discutir é com o presidente do clube - acrescentou Vítor Pereira.

Tanto Vítor, quanto Duílio reforçaram que o único empecilho para a permanência do treinador na próxima temporada são as questões familiares de Pereira, que tem a sua família em Portugal, com a sua sogra tendo um problema de saúde.

- Minha vontade é ficar. Agora eu tenho que decidir isso no timing e o timing não é dos jornalistas, do torcedor. Onde é que os clubes já estão a contratar, a tratar? Com a Copa do Mundo, o espaço permite planilhar, porque não vão 11 jogadores embora para contratar 11. De fato, três ou quatro posições precisam ser reforçadas. Quem está com muita pressa não é o clube, nem eu, são os jornalistas e torcedores - destacou o técnico corintiano.

Vítor Pereira e Duílio Monteiro Alves

Vítor Pereira e Duílio Monteiro Alves

Lance

Vítor Pereira e Duílio falaram com a imprensa após derrota para o Fluminense (Foto: Corinthians TV)

Conforme antecipado pelo LANCE!, o presidente Duílio reforçou que não fez proposta para profissional algum para o lugar de Vítor Pereira e que aguardará o que o português decidir para partir para os próximos passos.

- Muito se falou sobre propostas do Vítor, não tem nada disso. Tem questões familiares, coisas da vida. Vamos seguir nosso tempo. Peço que o torcedor entenda, temos o nosso time, mas temos que se classificar (para a Libertadores). De dentro do Corinthians, só vai acontecer depois (do Brasileirão) - salientou Monteiro Alves.

De todo modo, o Timão não está alienado sobre o ano que vem, há conversas sobre as projeções e construção da equipe, com participação de Vítor Pereira e o seu estafe, que tem dado opiniões sobre a montagem do elenco para 2023, independentemente de saber se haverá a permanência.

- O Vítor Pereira é um funcionário do clube, que está de corpo e alma e vai ajudar no que for possível, eu e meu estafe, de dar ao clube uma perspectiva de futuro daquilo que são nossas opiniões, relativamente às posições que devem ser reforçadas. Independentemente de ser comigo ou não, vai ser algo que fica no clube. Os jogadores que fomos observando ao longo da temporada e fomos sinalizando, porque esse trabalho é feito ao longo do ano

No último dia 16 de setembro, após a classificação do Corinthians para a final da Copa do Brasil, Vítor disse que anteciparia a resposta sobre o seu futuro. No entanto, um mês depois, o treinador afirmou ter mudado de ideia, justamente por conta da derrota na final da competição mata-mata, que precisará manter o Timão focado em seus objetivos em 2022.

- Na vida vamos alterando em função do que é a realidade. Na minha perspectiva era melhor tomar a decisão. Se o Corinthians quer, e eu também quero, vamos buscar um jeito. Se o Corinthians não quisesse esperar, estava arrumada a questão. Vamos esperar um pouco. Não é o timing dos jornalistas, nem dos torcedores - destacou VP.

Desde o fim de fevereiro no Timão, Vítor Pereira soma 59 jogos, com 24 vitórias conquistadas.

Últimas