Corinthians

Futebol Corinthians entra em acordo com Giovanni Augusto e reduz dívida

Corinthians entra em acordo com Giovanni Augusto e reduz dívida

Partes se reuniram nesta quinta-feira e o valor acertado ficou em R$ 812 mil, cerca de R$ 112 mil a menos do que aquilo que foi pedido. Pagamento será a partir de março de 2021

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta quinta-feira, o Corinthians conseguiu fechar um acordo trabalhista com Giovanni Augusto, evitando o desenrolar do processo na Justiça. Hoje no Coritiba, o meia moveu uma ação contra o clube no valor de R$ 924 mil, mas as partes acertaram redução de mais de R$ 110 mil nessa dívida, que será paga a partir de março de 2021. A informação é do GE e foi confirmada pelo LANCE!.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Os advogados do Timão e do jogador se reuniram nesta manhã, de forma virtual, para tratar do assunto. Primeiramente ficou acertado que o valor das férias reivindicadas pelo jogador será pago em três parcelas de R$ 105 mil (março, abril e maio de 2021), o que resulta em R$ 315 mil.

Além desse débito, será quitado um valor pendente em relação ao FGTS de Giovanni Augusto que, ao todo, significa R$ 417.066,66, segundo publicou o GE. O pagamento está previsto para ser feito até o dia 2 de março de 2021.

O Corinthians também arcará com as despesas com advogados do jogador: R$ 80 mil divididos em dez parcelas de R$ 8 mil, começando a pagar em março de 2021. Somando todos esses valores, chegaremos a R$ 812.066,66, uma redução de cerca de R$ 112 mil em relação ao que Giovanni pediu inicialmente.

Após 78 jogos e sete gols marcados pelo Corinthians, o meia encerrou seu vínculo com o clube no final de 2019. Ele chegou ao Parque São Jorge em 2016, a pedido do técnico Tite, mas nunca conseguiu se firmar e acabou emprestado algumas vezes, mas esteve no grupo campeão paulista e brasileiro em 2017.

Últimas