Futebol Confiante, Tardelli minimiza salário e revela desejo de ficar mais tempo no Santos

Confiante, Tardelli minimiza salário e revela desejo de ficar mais tempo no Santos

Atacante assinou um contrato de produtividade com o Peixe até o final da temporada

Lance
Lance

Lance

Lance

O atacante Diego Tardelli mostrou confiança no seu futebol e minimizou o contrato por produtividade assinado com o Santos. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o jogador afirmou ter confiança de que o vínculo com o Peixe, válido até o final do ano, será renovado e revelou não ter se preocupado com os valores de salários.

- No momento eu não pensei em nada, em salário. Tive uma carreira brilhante e sou bem resolvido nessa parte, então o foco mesmo era voltar a jogar. Estar jogando em alto nível, estar jogando em uma equipe grande, de peso e de camiseta que é o Santos. Por isso não pensei duas vezes e acredito que eu fiz a escolha certa. Acredito não, tenho certeza que fiz a escolha certa - disse Tardelli.

- A única coisa que eu pensei no momento é estar atuando. Eu queria voltar a jogar futebol porque tive uma saída do Atlético-MG um pouco diferente, estranha, mas me via em plenas condições de poder estar ajudando a equipe do Atlético naquele momento e quando pintou o Santos não pensei em mais nada. Não pensei em salário, nem tempo de contrato ou produtividade e o que fosse. Eu queria estar aqui para poder mostrar meu valor ainda e mostrar que ainda tenho condições de fazer muito ainda no futebol - afirmou.

- Sei que sou capaz de definir uma partida, fazendo gols e é deixar as coisas acontecerem. Tenho plena confiança em mim, acredito no meu trabalho e no meu potencial. A princípio é um contrato curto, mas eu tenho certeza que a gente vai prolongar durante os meses e os jogos que forem passando. Estou me preparando muito para esse momento e por isso me sinto muito motivado. Espero poder permanecer no Santos, até ganhar títulos e poder fazer meu nome aqui também - concluiu o atacante.

Diego Tardelli teve uma passagem nas categorias de base do Santos, mas explodiu no São Paulo. O atacante é um dos maiores ídolos da história do do Atlético-MG. Ao todo, são 230 partidas e 112 bolas na rede. Pelo time mineiro, foi campeão da Libertadores (2013), da Copa do Brasil e da Recopa Sul-Americana (2014), além de ter sido também bicampeão estadual (2010 e 2013).

Antes do Atlético-MG, Diego Tardelli passou pelo Grêmio. Ele fez 29 jogos e quatro gols no Campeonato Brasileiro de 2019. Camisa 9 da equipe na época, Tardelli foi um pedido especial do técnico Renato Gaúcho, mas teve atuações irregulares e chegou a sofrer advertências públicas do presidente Romildo Bolzan Jr. e do próprio treinador pela postura.

Últimas