Futebol Como jogador do Santos, Pelé estreava pela Seleção Brasileira há 63 anos

Como jogador do Santos, Pelé estreava pela Seleção Brasileira há 63 anos

No Maracanã, contra Argentina, Rei do Futebol iniciou a sua trajetória com a amarelinha marcando gol, mas hermanos colocaram "água no chope"

Lance
Lance

Lance

Lance

No dia 7 de Julho de 1957 o Rei do Futebol, Pelé fez a sua estreia pela Seleção Brasileira. Como jogador do Santos, o Atleta do Século tinha 31 jogos pelo Peixe (34, se contarmos três onde atuou em um combinado com o Vasco na Copa Morumbi, torneio que não finalizou por falta de aclamação popular), com 19 gols marcados, tinha acabado de assinar o seu primeiro vínculo profissional com o Alvinegro Praiano, mas ainda não havia feito a sua estreia como profissional.

No clássico contra a Argentina, pela Copa Rocca, a primeira partida de Pelé com a amarelinha aconteceu no estádio do Maracanã. Por ironia, o jogador que corroborou com a mística da camisa dez, começou a escrever a sua história pela Seleção com o número 13 às costas.

Embora já fosse uma realidade, o Rei ainda era tratado como uma promessa no cenário internacional – o que viria a mudar um ano e 12 dias depois, quando o menino de Três Corações seria um dos principais nomes da primeira Copa do Mundo conquistada pelo Brasil, no dia 29 de julho de 1958.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini

O jogo

Oitenta mil pessoas estiveram no “Maraca” para acompanhar a partida que o “camisa 13” iniciou no banco de reservas e entrou no intervalo, no lugar do seu companheiro de Peixe, Emmanuele Del Vecchio – que no ano seguinte deixaria o Alvinegro Praiano, com destino ao Hellas Verona (ITA), justamente por ver-se perdendo espaço para o Rei.

Quando Pelé entrou em campo, o Brasil perdia por 1 a 0, gol marcado pelo atacante Ángel Labruna, aos 30 minutos da etapa inicial. Mas, com apenas 31 minutos de história pela Seleção Brasileira o Rei provou a sua majestade ao fazer o seu primeiro gol pelo país. No entanto, um minuto após o gol de Edson Arantes do Nascimento, Miguel Juárez “maculou” a estreia do ídolo, marcando o segundo dos argentinos e garantido a vitória por 2 a 1 aos portenhos.

Estreia como titular no jogo seguinte

Três dias depois da sua estreia pela Seleção, Pelé foi bancado como titular pelo treinador do Brasil à época, Sylvio Pirillo, no segundo jogo contra os argentinos pela Copa Rocca.

E o Rei foi fundamental para que o Brasil revertesse o resultado adverso do primeiro confronto. Sob o olhar de pouco mais de 38 mil pessoas no estádio do Pacaembu, em São Paulo, o mineiro abriu o placar aos 20 minutos da etapa inicial, ficou em campo até o fim e viu aos 12 do tempo complementar Mazzola definir o resultado em 2 a 0 e o primeiro título do Atleta do Século pelo Brasil.

Últimas