Futebol Com título japonês garantido, Jesiel mira novos objetivos para a temporada

Com título japonês garantido, Jesiel mira novos objetivos para a temporada

Brasileiro foi um dos destaques do Kawasaki Frontale no campeonato nacional, ajudando o clube a ter uma das defesas menos vazadas e, agora, quer buscar o título da Champions

Lance
Lance

Lance

Lance

O Campeonato Japonês desta temporada chegou ao fim precocemente. Mas se engana quem acredita que o motivo tenha sido a pandemia que assola o mundo. Na verdade, a razão foi uma só: a disparada do Kawasaki Frontale, que conquistou o título de forma antecipada, graças, também, à ajuda do zagueiro brasileiro Jesiel.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Com 76 pontos, e três jogos ainda a realizar, seu clube atingiu a maior pontuação conquistada por um campeão desde 1995, quando o Yokohama Marinos chegou a 98, com uma disputa em outro formato. Mas, segundo o jogador, ainda existem objetivos a serem alcançados, mesmo com o fim da competição.

- Foi uma excelente temporada. Conseguimos bater vários recordes, além de conquistar o campeonato nacional. Apesar do tempo difícil que estamos vivendo, com a pandemia de Covid-19, conseguimos nos manter focados e atingir as metas. Mas ainda temos um desafio pela frente, com a semifinal da Copa do Imperador - disse Jesiel, cuja equipe, com apenas três derrotas, é dona do recorde de menos reveses em uma temporada da JLeague.

A conquista do japonês não foi por acaso. Impulsionada por boas atuações do defensor, o Kawasaki detém o posto de melhor setor da competição, com apenas 27 gols sofridos em, até o momento, 31 partidas. Para fechar com chave de ouro a competição, a meta é uma só: vencer sem sofrer gols.

- Como zagueiro, quero muito terminar a temporada com a melhor defesa do campeonato. Isso valorizaria ainda mais nosso trabalho. Nos restam mais 3 jogos, então esperamos não sofrer gols neles - analisou, antes de completar:

- E para o próximo ano, a meta é continuar evoluindo e buscar mais títulos. Ano que vem vamos disputar a Champions da Ásia, um desafio muito difícil, e uma competição que traria um troféu inédito para o clube e para mim.

A boa fase do jogador fica clara, também, por seus números. No ano passado, seu primeiro no Japão, o defensor atuou em 16 partidas. Já em 2020, esse número subiu para 31. Para seu agente, o ex-jogador português Deco, da D20 Sports, a temporada fez com que o talento do jogador ficasse ainda mais evidente.

- O Jesiel é um zagueiro de muita qualidade, e possui uma capacidade muito grande de evoluir ainda mais. Nesse ano ele mostrou toda sua técnica em campo, e conquistou uma marca importante no Japão. Nos falamos após o título e me impressionou a consciência dele, de se manter focado em encerrar o ano com mais vitórias, mesmo com a conquista antecipada do nacional - afirmou Deco.

O campeão Kawasaki Frontale volta aos gramados no próximo sábado, para enfrentar o Sagan Tosu (14º), e ainda duela com o Urawa Reds (10º) e o Kashiwa Reysol (8º) para encerrar sua participação na JLeague, além da disputa da semifinal da Copa do Imperador, cujo adversário ainda será definido.

Últimas