Futebol Com show de brasileiros, Wolverhampton vence no Stamford Bridge e afunda Chelsea em crise na Premier League

Com show de brasileiros, Wolverhampton vence no Stamford Bridge e afunda Chelsea em crise na Premier League

Matheus Cunha brilhou com três gols, ajudando os Wolves a entrar na primeira metade da tabela

Lance
Lance

Lance

Lance

A crise no Chelsea parece não ter fim. Recebendo o Wolverhampton no Stamford Bridge, pela 23ª rodada da Premier League, os Blues esperavam uma tarde de vitória tranquila, mas foram atropelados, perdendo por 4 a 2, com direito a três gols de Matheus Cunha, grande jogo de João Gomes, e provocação ao técnico Mauricio Pochettino.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

O resultado fez com que os Wolves ultrapassassem justamente os Blues, indo a 32 pontos e entrando na primeira metade da tabela, em 10º. Já os londrinos caíram para a 11ª colocação, com um ponto a menos.

⚽ COMO FOI O JOGO?
O Chelsea começou melhor na partida e foi recompensado com o primeiro gol. Caicedo achou lindo passe diagonal para Cole Palmer, que bateu de pé direito na saída de José Sá, inaugurando o marcador aos 19'. Três minutos depois, o próprio Caicedo perdeu a bola no meio de campo para João Gomes, ex-Flamengo, que arrancou e serviu Matheus Cunha. O centroavante dominou, arrastou para a perna direita e bateu, contando com desvio em Thiago Silva para superar Petrovic.

No final do primeiro tempo, mais um desvio foi decisivo para os Wolves. Sarabia tocou para Ait-Nouri na área; o ala esquerda chegou batendo mal, mas a bola tocou em Disasi e entrou, sendo o gol creditado ao defensor do Chelsea. Logo após o gol, torcedores do Wolverhampton presentes em Londres provocaram o técnico Mauricio Pochettino, cantando "amanhã você vai acordar demitido".

Na segunda etapa, Matheus Cunha voltou a brilhar: Pedro Neto fez grande arrancada pela direita e tocou para trás, com o brasileiro tendo apenas o trabalho de chegar fuzilando as redes do Stamford Bridge para ampliar. Aos 82', o golpe de misericórdia: o próprio Cunha arrancou e foi derrubado por Malo Gusto na área, convertendo o pênalti com categoria. No fim, Thiago Silva ainda diminuiu após desvio em escanteio, mas restava pouco tempo - e pouco futebol - para uma reação tardia.

 O QUE VEM POR AÍ?
Agora, o Chelsea volta suas atenções para a Copa da Inglaterra, já que na quarta-feira (7), visita o Aston Villa em Birmingham pela quarta rodada da competição, em jogo replay após o empate inicial. Já o Wolverhampton terá mais dias de descanso, entrando em campo apenas no sábado (10), recebendo o Brentford no Molineux.

Últimas