Futebol Com seleções renovadas, Uruguai visita Equador para encerrar jejum

Com seleções renovadas, Uruguai visita Equador para encerrar jejum

Seleção Celeste não vence os rivais equatorianos, fora de casa, desde 2009. Na primeira rodada, time comandado por Óscar Tabárez venceu o Chile, por 2 a 1.

Lance
Lance

Lance

Lance

Equador e Uruguai se enfrentam pela segunda rodada das Eliminatórias da América do Sul, nesta terça-feira, em Quito. O duelo coloca frente a frente duas seleções opostas na histórias, mas com uma similaridade nos elencos.


Se os equatorianos possuem pouca experiência em Copas do Mundo, com apenas três participações, e ao lado dos bolivianos são os únicos que não venceram a Copa América, os uruguaios se orgulham de serem os maiores ganhadores continentais e ostentam dois mundiais.

Em comum está a renovação promovida nos elencos. Tanto Gustavo Alfaro, técnico do Equador, quanto Óscar Tabárez, comandante do Uruguai lançam jovens valores na equipe principal. Os destaques equatorianos são Moises Caicedo, meia do Independiente Del Valle, de apenas 19 anos, e o lateral-esquerdo Pervis Estupiñán, do Villarreal, de 22. Pelo lado celeste, a maior atenção fica ao meio-campo com opções como Federico Valverde, do Real Madrid, Rodrigo Bentancur, da Juventus e Lucas Torreira, do Atlético de Madrid, todos com menos de 25 anos.

Os bicampeões mundiais querem colocar fim ao jejum de vitórias na casa do adversário. Desde 2009, a Celeste não soma três pontos em território equatoriano. De lá para cá, foram apenas duas partidas e ambas com triunfos dos mandantes: 2 a 1 e 1 a 0.

O Uruguai venceu a primeira partida das Eliminatórias. Em Montevidéu, a equipe bateu o Chile, com gols nos acréscimos, por 2 a 1. Já o Equador, foi até Buenos Aires e foi derrotado pela Argentina, por 1 a 0.

Últimas