Futebol Com respaldo, Werder Bremen não cede jogadores às suas seleções

Com respaldo, Werder Bremen não cede jogadores às suas seleções

Clube considera todos os países como locais de risco após aumento de casos de Covid-19 em todo o mundo. Apenas goleiro tcheco poderá jogar amistoso na Alemanha

Lance
Lance

Lance

Lance

O Werder Bremen proibiu seus jogadores de viajarem para a disputa de partidas entre seleções, revelou a “Kicker”. O aumento de casos de Covid-19 faz com que o clube considere todos os países como destinos de risco. O fato obrigaria diversos jogadores da Bundesliga a realizarem uma quarentena de cinco dias após os seus retornos.

Após Felix Agu testar positivo para o novo coronavírus, cinco jogadores serão afetados pela medida imposta pelo time. O goleiro Jiri Pavlenka será o único com permissão para jogar um amistoso, pois a República Tcheca enfrenta a Alemanha na próxima quarta-feira e o atleta já se encontra no país em que o duelo será realizado.

A Fifa permitiu que os clubes não possuem a obrigação de liberar seus jogadores para compromissos internacionais em países de risco. Com isso, o Werder Bremen não infringe nenhuma lei e tem respaldo do órgão máximo do futebol.

Últimas