Futebol Com reservas, São Paulo bate Ituano e se classifica às quartas

Com reservas, São Paulo bate Ituano e se classifica às quartas

Tricolor venceu por 3 a 0 e chegou aos 25 pontos no Paulistão. Rival segue na luta para se afastar da zona de rebaixamento

Lance
Igor Vinícius fez um belo gol na vitória do São Paulo

Igor Vinícius fez um belo gol na vitória do São Paulo

Lance

Neste domingo (25), o São Paulo venceu o Ituano fora de casa, por 3 a 0, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Paulista de 2021. Jogando com reservas, o Tricolor fez uma boa partida e se classificou para a fase de mata-mata da competição.

Com a vitória diante do Ituano, a equipe chegou a 25 pontos no Grupo B, se garantindo na próxima fase da competição, uma vez que não pode ser alcançado por mais nenhum dos times de seu grupo.



Começo de jogo com gol
O jogo começou de maneira eletrizante. Com um início bem equilibrado, o São Paulo conseguiu ser letal primeiro. Em bela jogada de ataque, o atacante Galeano foi derrubado na área, resultando em pênalti a favor do Tricolor.

Na cobrança, o zagueiro Rodrigo Freitas bateu com muita categoria, tirando a bola do alcance do goleiro Pegorari e balançando as redes para abrir o placar com apenas nove minutos de jogo.

Tricolor amplia
Embora o Ituano também tenha criado algumas boas oportunidades, o São Paulo foi superior na primeira etapa, tendo mais posse de bola e trocando passes no campo de ataque, rendendo boas chances.

Em uma dessas, após trocar passes por mais de dois minutos, o Tricolor ampliou o placar, quando Igor Vinícius aproveitou a sobra de um cruzamento para acertar uma bela finalização e marcar o segundo gol da equipe aos 23 minutos do primeiro tempo.

Jogo nervoso, mas disputado
O restante do primeiro tempo foi bem interessante. O São Paulo seguiu sendo dominante na partida, mas o Ituano conseguiu achar algumas oportunidades e, após alguns minutos, a partida passou a ficar bem nervosa, com direito a atritos e discussões.

Assim, o final da primeira etapa exigiu muito de Raphael Claus, que distribuiu quatro cartões amarelos e precisou, até mesmo, pedir calma para o treinador Hernán Crespo. O argentino, por sua vez, pediu frequentemente aos seus atletas para que tivessem tranquilidade no jogo.

Segundo tempo mais tranquilo
O São Paulo voltou em um ritmo um pouco mais calmo para a segunda etapa, trocando passes com menor intensidade. A impressão é de que o time queria deixar o tempo passar enquanto criava com mais tranquilidade.

Expulsão alivia ainda mais para o Tricolor
Aos nove minutos do segundo tempo, Jeferson fez uma entrada dura, pelas costas, em Léo. Claus deu o amarelo em campo, mas foi chamado pelo VAR e, após revisão, decidiu expulsar o atleta do Ituano, o que fez o São Paulo crescer no jogo, com um atleta a mais.

Gol do Galeano... não valeu
Aos 21 minutos do segundo tempo, Galeano recebeu uma bela bola de Igor Vinícius, dominou na pequena área e finalizou para fazer seu primeiro gol como profissional. O VAR, porém, detectou um impedimento no início da jogada, anulando o gol.

Agora sim! Gol do Galeano
Após o gol anulado, Galeano voltou a balançar as redes, dessa vez sem nenhuma irregularidade. Rodrigo Nestor fez um lançamento magistral, encontrando Igor Gomes, dentro da área. O meia ajeitou em apenas um toque, encontrando Galeano, que dominou, tirou a marcação e fez o terceiro do São Paulo na partida e o primeiro em sua carreira.

Mais um expulso no Ituano
Aos 31 minutos da etapa final, Taliari, que veio do banco no intervalo, acertou uma solada em Diego Costa, recebendo o cartão vermelho. Ele foi o segundo expulso do Ituano no jogo.

São Paulo administra e testa elenco
Com dois a mais em campo e três gols na frente, o São Paulo usou os últimos minutos da partida para administrar o resultado e rodar jogadores. Hernanes entrou, voltando aos gramados após lesão e Vitinho recebeu uma oportunidade.

O jogo terminou com um bela exibição do São Paulo, que, mesmo com os reservas, manteve seu alto nível de atuação e venceu por 3 a 0, dominando a partida.

O São Paulo volta a campo na quinta-feira (29), às 21h, no Morumbi, contra o Rentistas, do Uruguai, em partida válida pela Libertadores.

O Ituano joga na quarta-feira (28), às 22h, no Estádio Anacleto Campanella, contra o São Caetano, pelo Paulistão. O Galo luta contra o rebaixamento.

ITUANO 0 X 3 SÃO PAULO
Local: Estádio Dr. Novelli Júnior, Itu (SP)
Data/Horário: 25 de abril de 2021 (domingo), às 22h15 (de Brasília)
Arbitro: Raphael Claus
Assistentes: Evandro de Melo Lima, Rafael Tadeu Alves de Souza e João Vitor Gobi
VAR: Pericles Bassols Pegado Cortez
Gols: Rodrigo Freitas (9’ºT) (0-1), Igor Vinícius (23’1°T) (0-2) e Galeano (28'2ºT) (0-3).
Cartões amarelos: Léo (SPFC) (10’1ºT), Bruninho (Ituano) (26’1°T), Welington (SPFC) (33'1ºT), Pacheco (Ituano) (36'1ºT)
Cartões vermelhos: Jeferson (Ituano) (12'2ºT) e Taliari (Ituano) (31'2°T)
ITUANO: Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Sueliton e Mário Sérgio; Jeferson, Fillipe Soutto (Fernando Medeiros, aos 35'2ºT), Bruninho (Tarik, no intervalo) e Iago Dias (Kadu Barone, aos 36'2ºT); André Castro (Gabriel Bill, no intervalo) e Bruno Lopes (Vitinho, aos 41'1ºT).
Técnico: Vinícius Bergantin.
​SÃO PAULO: Lucas Perri, Rodrigo Freitas, Diego Costa e Léo; Igor Vinícius, Luan (Hernanes, aos 34'2ºT), Liziero (Rodrigo Nestor, aos 24'2°T), Talles Costa (Vitinho, aos 382°T) e Welington; Benítez (Igor Gomes, aos 24'2°T) e Galeano (Vitor Bueno, aos 34'2°T).
Técnico: Hernán Crespo.

Barcelona vence e mantém luta por título; confira rodada europeia

Últimas