Futebol Com quatro ofertas, Flamengo terá reunião em Portugal para avaliar futuro de Rodrigo Muniz

Com quatro ofertas, Flamengo terá reunião em Portugal para avaliar futuro de Rodrigo Muniz

Dirigentes rubro-negros estão na Europa desde domingo e podem selar venda do jovem atacante até o fim desta semana

Lance
Lance

Lance

Lance

Na Europa desde domingo para acelerar a busca por reforços, Marcos Braz e Bruno Spindel também estão aproveitando a viagem para tratar de outros assuntos do Flamengo. Além da negociação de Hugo Moura, a dupla trabalha para selar a venda de Rodrigo Muniz nos próximos dias. Nesta quarta-feira, os dirigentes têm reunião agendada, em Lisboa, com o empresário do atacante para avaliar quatro ofertas que chegaram nas últimas semanas.

+ Dirigentes do Flamengo na Europa: veja quem são os alvos e outras opções interessantes no continente

A informação foi divulgada inicialmente pelo portal "ge". De acordo com a reportagem, existe a expectativa de que as partes avancem nas negociações a partir do encontro presencial e o martelo seja batido ainda nesta semana. Vale lembrar que, após boas atuações recentes de Muniz, o Flamengo pede cerca de 8 milhões de euros (cerca de R$ 49 milhões) para negociar o jovem.

Dos quatro clubes interessados, dois disputam a segunda divisão da Inglaterra: Middlesbrough e Fulham. O segundo, inclusive, teve a proposta inicial recusada pelo Flamengo, mas não desistiu da contratação. A pedido do técnico Marco Silva, a equipe de Londres estaria disposta a pagar 9 milhões de euros (cerca R$ 55 milhões) por 100% dos direitos econômicos do jovem, em uma negociação de empréstimo com obrigação de compra.

Outro clube de olho em Rodrigo Muniz é o Al Nasr, dos Emirados Árabes Unidos. A oferta salarial agradou o staff do atleta, mas a equipe não chegou aos valores pedidos pelo Flamengo. O quarto time interessado é mantido em sigilo.

+ Braz rebate crítica de torcedor do Flamengo: ‘Não seja covarde. A viagem está sendo importante’

Com contrato até maio de 2024, Muniz possui multa rescisória de 50 milhões de euros para o mercado internacional. Após aproveitar as chances como titular e se destacar em junho, jovem atacante voltou a ser terceira opção no elenco, atrás de Gabigol e Pedro.

Últimas