Com movimento da torcida, Fluminense chega aos 30 mil sócios

Clube ganhou mais de três mil associados desde o dia 19 de junho e quer aumentar o número por mais receitas

Lance

Lance

Lance

Mesmo durante a pandemia do novo coronavírus, os números do Fluminense no sócio-torcedor estão em crescimento. Nesta quinta-feira, o clube chegou aos 30 mil adimplentes. Uma mobilização da torcida, com a campanha #ÉpeloFlu, ajudou no movimento de associação em massa.

Quando lançou o contador no site oficial, o Flu tinha 26.986 sócios adimplentes. Isso aconteceu no último dia 19 de junho. Menos de um mês depois, já foram mais de três mil adesões.

O movimento é liderado por várias páginas de torcedores nas redes sociais, além de organizadas, influenciadores, entre outros. O Fluminense quer aumentar o número de sócios pensando principalmente no aumento de receitas.

Durante o mês de julho, aniversário do Fluminense, o clube não cobrará a taxa de adesão de R$30 nos planos de Sócio Futebol. Os novos associados do clube na categoria Contribuinte ficam isentos do pagamento da joia, nos valor de R$ 256,37 para sócios acima de 18 anos, R$ 127,49 para contribuintes entre 15 e 17 anos e R$ 127,49 para crianças entre 7 e 14 anos.