Com gol do goleiro Jean, Atlético-GO bate o Bahia na estreia de Mano

No primeiro jogo com o novo treinador, Tricolor foi derrotado dentro de casa, com direito a 'lei do ex'. Time está na zona de rebaixamento

Jean marcou bem contra o time em que iniciou a carreira

Jean marcou bem contra o time em que iniciou a carreira

Lance

Em pleno estádio Pituaçu, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, com gol do goleiro Jean, o Atlético-GO derrotou o Bahia pelo placar de 1 a 0. Com o resultado, o Tricolor permanece com 9 pontos e fica na 16ª colocação. O Dragão agora soma 12 pontos e sobe para 11ª posição.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Corinthians, na Neo Química, no dia 16 de setembro. O Atlético-GO recebe o Atlético-MG, no estádio Olímpico, no dia 19 de setembro.

A partida
Os primeiros dez minutos foram de alternância em Pituaçu. Em alguns momentos o Bahia foi melhor e em outros Atlético-GO. Mas nenhum dos dois times conseguia levar perigo.

A partir dos 13 minutos de partida o Atlético-GO passou a mandar no jogo. Renato Kayzer, Nicolas e Janderson tiveram ótimas chances para marcar, mas a bola insistia em não entrar.

Aos 39 minutos, o Dragão teve mais uma chance de marcar em falta na entrada na área. O goleiro Jean bateu a falta, mas a bola acertou a barreira. O rebote voltou para ele, que chutou de primeira e marcou o seu primeiro gol na carreira: 1 a 0.

Sem muita inspiração, o Tricolor não conseguia criar oportunidades. Enquanto isso, o Dragão mandava no jogo e ainda quase ampliou o placar no finalzinho da etapa inicial. Nicolas soltou a bomba em cobrança de falta da entrada da área, Douglas fez uma grande defesa e salvou o Bahia.

O segundo tempo começou com o Bahia marcando forte, principalmente a saída de bola do Atlético-GO. Mas o Dragão conseguia sair tocando com tranquilidade e controlar muito bem o ímpeto do Tricolor.

Aos 11 minutos, o Bahia finalmente conseguiu criar sua primeira oportunidade na partida. Rossi desceu pela direita e cruzou rasteiro, mas João Victor estava ligado e afastou o perigo.

O Tricolor seguiu tentando criar oportunidades, mas sem levar perigo algum à meta do goleiro Jean. Quando o Dragão tinha a bola, ele ia cozinhando o time do Bahia e fazendo o tempo passar.

Aos trancos e barrancos, o Bahia foi tentando e conseguiu já no final do jogo criar duas boas chances para marcar. Mas Marco Antonio foi travado nos dois lances.

Ainda no finalzinho do jogo, o zagueiro Juninho foi expulso e enterrou qualquer chance do Bahia de empatar o jogo.

BAHIA x ATLÉTICO-GO
Local: Pituaçu, Salvador (BA)
Data-Hora: 13/09/2020 – 18h00
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Público/renda: pagantes:; total: / R$
Cartões amarelos: João Victor (ATL) e Daniel (BAH)
Cartões vermelhos: Juninho (BAH)
Gol: Jean (39’/2ºT)

BAHIA: Douglas Friedrich; Juninho Capixaba, Juninho, Ernando e Nino Paraíba (Edson, aos 28’/2ºT); Ronaldo, Jadson (Daniel, aos 11’/2ºT) e Rodriguinho (Marco Antônio, aos 26’/2ºT); Élber, Clayson (Rossi, aos 11’/2ºT) e Gilberto (Saldanha, aos 28’/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

ATLÉTICO-GO: Jean; Nicolas (Gilvan, aos 41’/2ºT), João Victor, Éder e Dudu; Edson, Oliveira, Chico (Matheus Vargas, aos 25’/2ºT), Janderson (Everton Felipe, aos 25’/2ºT) e Gustavo Ferrareis (Hyuri, aos 33’/2ºT); Renato Kayzer (Matheuzinho, aos 41’/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

No estilo! Confira novos uniformes dos times europeus para a temporada