Colaboradores do jornal RÉCORD, do México, vêem repescagem injusta

Uma das ideias do Campeonato Mexicano para o próximo ano é que o nono e décimo colocados do torneio disputem vaga nos playoffs com o sétimo e oitavo

Lance

Lance

Lance

Após informar que os responsáveis pela Liga MX querem adicionar novamente uma repescagem, os especialistas do jornal RÉCORD, do México, opinam sobre a atitude. Para eles, a mediocridade será adicionada à competição.

- As modas vêm e vão. Anos atrás, a reclassificação foi eliminada por ser considerada injusta. Parece-me muito barato que o lugar 10 de 18 tenha opções para ser campeão, a mediocridade ainda é recompensada. A solução não é mais uma Liguilla, é um torneio regular mais atraente - disse Alberto Bernard .

Rubén Rodríguez e Christian Martinoli acham a decisão exagerada e injusta.

- É continuar promovendo a mediocridade esportiva, protegida em segundas chances para as equipes do meio da tabela. No futebol mexicano, tudo o que é feito é motivado por interesses econômicos - afirmou Christian Martinoli.

No entanto, na opinião de Carlos Ponce, diretor da RÉCORD e Luis Castillo, a mudança de formato seria algo que beneficiaria muito o programa, bem como a economia das equipes e da Liga, que foram severamente afetadas pelo coronavírus.

- Fabuloso. Embora no esporte não seja o ideal, mais da metade das equipes qualificadas para o evento será positiva e ajudará a reviver nossa indústria de futebol maltratada mais rapidamente - afirmou o diretor-geral Carlos Ponce de León.