Futebol Clubes e jogadores prestam solidariedade a Cristiano Ronaldo após anúncio de morte de filho

Clubes e jogadores prestam solidariedade a Cristiano Ronaldo após anúncio de morte de filho

Jogador anunciou nesta segunda que um dos gêmeos que o casal esperava morreu durante o parto. Dupla recebeu apoio de fãs

Lance
Lance

Lance

Lance

O anúncio de Cristiano Ronaldo sobre a morte de um dos filhos com a modelo Georgina Rodríguez, durante o parto, pegou o mundo de surpresa. Após a confirmação, entretanto, o português de 37 anos recebeu o carinho de clubes, jogadores e torcedores.

Equipe do atacante, o Manchester United declarou que "a dor do jogador era também do clube" e disse que "estava enviando amor e força CR7 e sua família" neste momento. Quem também se manifestou foi o Real Madrid, time onde o camisa 7 brilhou.

"O Real Madrid, o seu presidente e o seu Conselho de Administração lamentam profundamente a morte de um dos filhos que o nosso querido Cristiano Ronaldo e a sua companheira, Georgina Rodríguez, esperavam. O Real Madrid junta-se à dor de toda a família e quer mostrar-lhes todo o nosso amor e carinho", declarou o clube merengue em nota.


Em Portugal, país de Cristiano Ronaldo, a seleção portuguesa, bem como o Sporting, clube que o atleta foi revelado, também se manifestaram e desejaram forças ao jogador.

Além dos clubes, companheiros e ex-companheiros de Cristiano Ronaldo também se manifestaram, como por exemplo Marcus Rashford, David de Gea, Diogo Dalot e James Rodríguez. A craque Marta e o volante Felipe Melo, do Fluminense, foram outros que deixaram mensagem ao artilheiro.

Quatro brasileiros aparecem em lista de times mais valiosos do mundo

Últimas