Chelsea e Barcelona tentam se aproximar de acordo por Coutinho

Primeira temporada do brasileiro na Inglaterra deve ser por empréstimo, mas culés querem colocar cláusula de compra obrigatória e ingleses pensam na possibilidade

Lance

Lance

Lance

Chelsea e Barcelona já estão em negociações abertas para a transação de Philippe Coutinho e um possível retorno ao futebol inglês. Embora as primeiras conversas sejam sobre um empréstimo para a próxima temporada, não há certezas sobre o que poderia suceder após junho de 2021. Os culés estão firmes em colocar uma cláusula de compra obrigatória, segundo o "Sport".

Os agentes do brasileiro, com fortes laços na Inglaterra, procuram um clube no país desde o último verão europeu, mas na ausência de interessados, o meio-campista teve que ser emprestado ao Bayern de Munique, onde teve uma passagem irregular e os bávaros não irão contar com o camisa 10. Assim, representantes se apressaram para encontrar um novo futuro que agradasse o atleta.

Os Blues sempre estiveram com o radar ligado em Coutinho, principalmente após a saída de Hazard, mas não pode fazer nenhuma operação grande devido a punição imposta pela Fifa no último mercado. Aproveitando a crise provocada pelo coronavírus e uma possível redução no preço do brasileiro, os ingleses voltam a investir e ter o jogador como prioridade.

O time de Frank Lampard está pensando em como realizar a operação, pois gostariam de ver o rendimento do brasileiro no clube para depois tomar uma decisão definitiva sobre seu futuro. Nesta temporada, os ingleses já teriam que arcar com 30 milhões de euros (R$ 170 milhões) e Coutinho seria um dos jogadores mais bem pagos do elenco.