Futebol Chay elogia elenco e explica motivo de ser substituído nos jogos do Botafogo: 'É uma questão tática'

Chay elogia elenco e explica motivo de ser substituído nos jogos do Botafogo: 'É uma questão tática'

Apesar de ser o artilheiro do Alvinegro na Série B do Campeonato Brasileiro, meio-campista foi substituído em todos os jogos que disputou

Lance
Lance

Lance

Lance

Chay vive uma situação curiosa na Série B do Campeonato Brasileiro: apesar de ser o artilheiro do Botafogo na competição, com três gols, e garçom, com duas assistências, ele foi substituído em todos os jogos que iniciou como titular.

+ Chay leva terceiro amarelo e não enfrenta o Avaí

Em entrevista ao programa "Os Donos da Bola", da Band, dada nesta quinta-feira, o meio-campista explicou o motivo de sempre deixar os jogos no decorrer do segundo tempo.

- O nosso grupo é muito qualificado, a verdade é essa. É uma questão tática mesmo, às vezes quem vai entrar vai manter o nível de jogo ou está até melhor. É uma questão de escolha de momento. Quem está entrando dá conta do recado - afirmou.

Mesmo assim, Chay é o jogador com mais participações diretas em gols do Botafogo no Campeonato Brasileiro. O camisa 14 afirmou que sente bem tendo liberdade para atacar espaços, uma função que está podendo exercer no Alvinegro.

+ Veja a tabela da Série B

- Eu sinto bastante facilidade de jogar em qualquer posição no último terço do campo, mas tendo liberdade de movimentação eu me sinto mais à vontade. O Chamusca tem me dado essa liberdade e tem dado certo - analisou.

Assim como aconteceu após a partida contra o Vitória, Chay explicou que chutou direto para o gol no lance que deu o triunfo para o Botafogo. Ele explicou que viu o posicionamento do goleiro adversário antes de finalizar.

- Em conversa com o Diego Loureiro no intervalo, ele tinha falado que o goleiro estava sempre dando um passo saindo, estava adiantado. Eu percebi esse passo e eu bati firme ali, na direção do gol - admitiu.

MAIS ASPAS DE CHAY

Momento
- Estou muito feliz com o desempenho e poder estar ajudando o Botafogo. Sempre indo por mais.

Chutes
- Sempre que tenho oportunidade eu finalizo perto da área. A gente trabalha bastante isso e está dando certo, como tem dado certo não só pra mim, como para o Pedro Castro. Estamos feito muitos gols assim.

Jogo contra o Avaí, no domingo
- A gente vai com força total. Vem numa crescente, apesar de resultados ruins nos últimos três jogos, a gente tem jogado bem, simplesmente não convertemos os gols. Vamos atrás dos três pontos.

Últimas