Futebol Ceni explica reclamação de Gabigol na saída de campo: 'Deu muitas opções e não recebeu. Dou razão a ele'

Ceni explica reclamação de Gabigol na saída de campo: 'Deu muitas opções e não recebeu. Dou razão a ele'

Camisa 9 foi substituído aos 25 minutos da etapa final, quando o Flamengo empatava com o Athletico. Na Arena da Baixada, o Furacão acabou vencendo por 2 a 1 neste domingo

Lance
Lance

Lance

Lance

Com 1 a 1 no placar, na Arena da Baixada, Rogério Ceni sacou Gabigol e pôs Pedro em campo, aos 25 minutos da etapa final. Depois, aos 34, lançou o centroavante Rodrigo Muniz a campo, no lugar de Arrascaeta, terminando a partida com dois homens na área, mas o camisa 9 fora da partida mais uma vez. Após a derrota por 2 a 1 - Renato Kayser marcou para o Athletico aos 39 -, o treinador explicou a reclamação de Gabi ao deixar o jogo, dando razão a ele.

- O Gabriel, quando saiu, estava reclamando que deu muitas opções e não recebeu a bola em profundidade. E, realmente, tivemos algumas chances com Vitinho, Everton, os meias, de pifar ele, que é a sua jogada, forte, no facão, e ele não recebeu as bolas. Optamos por um jogador de maior referência para proteger essa bola para a finalização dos meias. Depois, trocamos o Everton pelo Pepê, características parecidas até, e, no fim, colocando o Matheuzinho como ala e com Muniz e Pedro para ter um peso maior na área, com a chegada dos meias e do Michael pelos lados - afirmou Ceni, antes de falar sobre Muniz:

- O Muniz tem uma característica de entrar na área mas consegue ter força para voltar e recompor quando necessário. Por isso a opção por esses dois jogadores no final do jogo. Perdendo, tentamos dois jogadore de área. Zero problema. Reclamação por não ter a bola, e dou a razão a ele. Quando foi acionado, escapou a bola, correu demais e não conseguimos encaixar esse passe no facão.

> Confira a classificação completa e simule as próximas rodadas do Brasileirão!

Últimas