Carragher e Terry relembram venda de Fernando Torres para o Chelsea

Ídolos de Liverpool e Chelsea contam como viram a venda do espanhol que saiu de Anfield para o Stamford Bridge em 2011, Dupla também conta rivalidade entre treinadores

Lance

Lance

Lance

Jamie Carragher e John Terry participaram de uma entrevista para a “Sky Sports” em que comentaram sobre a ida de Fernando Torres do Anfield para o Stamford Bridge. O espanhol que fazia sucesso com a camisa vermelha, não obteve os mesmos números expressivos nos Blues e decepcionou diversos torcedores. Os ingleses também abordaram a rivalidade entre José Mourinho e Rafa Benítez.

O meio-campista ídolo dos Reds afirmou que o clube conseguiu tirar vantagem das boas participações de Torres com a camisa nove devido a grande quantidade de dinheiro da venda na época.

- Não podia acreditar. Eu sabia que havíamos enganado o Chelsea. Joguei com Torres no último ano e era uma sombra dele. Acredito que durante 18 meses, ele foi o melhor atacante do mundo. Mas não podia acreditar que conseguimos 50 milhões de libras (R$ 133 milhões, na época). Todos estavam em choque.

O zagueiro revelado no Aston Villa e capitão por muitos anos da equipe londrina disse que com a chegada do atacante, imaginou que o time iria dominar o futebol inglês.

- Ele era o atacante que odiávamos jogar contra. Sempre parecia marcar no Anfield ou no Stamford Bridge. Quando nos disseram que Torres estava a caminho, pensamos: “vamos dominar a Premier League pelos próximos cinco ou seis anos”. Esse foi nosso pensamento de jogar contra ele e vê-lo.

A rivalidade também passava dos limites das quatro linhas e chegava no banco de reservas com os comandantes das equipes. Terry recorda que Mourinho não deixava ninguém dizer o nome do Liverpool no vestiário. Completou dizendo que o português e o espanhol Rafa Benítez se odiavam.