Futebol Campeão pelo Flamengo, Ceni diz não entender são paulinos bravos: 'Tenho direito de trabalhar em outro clube'

Campeão pelo Flamengo, Ceni diz não entender são paulinos bravos: 'Tenho direito de trabalhar em outro clube'

Treinador conquistou o prêmio 'Bola de Prata', nesta sexta-feira, e comentou a insatisfação dos torcedores do São Paulo

Lance
Lance

Lance

Lance

Rogério Ceni vive os melhores dias da carreira como treinador. Campeão brasileiro pelo Flamengo nesta quinta-feira, o técnico ainda recebeu o prêmio 'Bola de Prata', entregue pelo canal ESPN. Perguntado sobre a relação com o São Paulo e também os xingamentos de alguns torcedores que recebeu nos últimos dias, após comparar a torcida tricolor com a do Flamengo, Ceni reagiu.

+ Veja os números dos principais nomes do Flamengo na campanha do octa!

- Eu não consigo entender o motivo. Trabalhei 25 anos no São Paulo, deixei minha vida, fiz o meu melhor. O Flamengo é o meu clube hoje, que eu trabalho, são as cores que defendo, e vou ser o melhor que eu puder ser. O São Paulo foi meu clube, mas na segunda parte da minha vida, como treinador, tenho o direito de trabalho em outro clube. Tenho muito carinho, sempre vai existir, foram muitos títulos e conquistas com o São Paulo, o mesmo número que espero ter como treinador - disse Rogério Ceni, em coletiva de imprensa logo após a premiação.

Confira outras respostas de Rogério Ceni:

CRÍTICAS AO TRABALHO NO FLA
Não temos que dar respostas sobre críticas. Faz parte da profissão. Somos julgados toda quarta e domingo, porque é um time acostumado a vencer. Difícil agradar a todos. Espero que possamos ter proximidade maior [com o torcedor], acreditemos que é possível conquistar novos títulos e eu tenho certeza que será possível.

GRUPO EXPERIENTE
É um prazer trabalhar com jogadores de qualidade, principalmente quando os mais velhos têm uma liderança muito grande, positiva, liderando através do exemplo, não só das palavras. Temos três capitães que ajudam muito nos vestiários. Mudanças serão conversadas internamente. Espero que possamos sentar o mais breve possível, se for da vontade do clube, para que possamos evoluir. Ano é mais curto, muitos jogos, vamos saber conduzir internamente.

CARREIRA EM ASCENSÃO
Todo treinador que ganhar. No Fortaleza ajudei em todas áreas, construímos coisas, aperfeiçoamos. Foi um aprendizado muito grande e tenho muito orgulho. Foi o que credenciou para chegar ao Flamengo. Fico orgulhoso do clube ter acreditado em mim, ainda jovem.

Últimas