Futebol Braz explica bordão 'gelo no sangue' e diz o que mais sente falta na rotina

Braz explica bordão 'gelo no sangue' e diz o que mais sente falta na rotina

Vice-presidente de futebol do Rubro-Negro concedeu entrevista à FLA TV no último sábado

Lance
Lance

Lance

Lance

Uma das atrações mais esperadas da da FLA TV, Marcos Braz foi ao estúdio do canal oficial do clube, no último sábado, e respondeu questões cruciais e atuais, como renovação de Jorge Jesus e possibilidades do retorno às atividades. Outras temas em pauta foram relacionados ao lado pessoal.

Um sócio-torcedor do Fla, por exemplo, enviou uma pergunta a respeito do bordão "gelo no sangue", que disseminou e viralizou nas redes sociais assim que o vice-presidente de futebol do clube assumiu o cargo, em janeiro de 2019.

- Nem me lembro porque usei essa expressão. O Flamengo estava demorando a contratar (no início de 2019) e eu falei: "Calma, precisamos ter gelo no sangue". Isso pegou de uma maneira. Viralizou demais. Hoje, até me param na rua - contou Braz.

Tal expressão foi tomando as redes sociais no decorrer da temporada passada, na medida em que reforços de peso aceitavam as propostas do Flamengo, como Rafinha, Filipe Luís e Gerson. O time ganhou corpo, títulos históricos e, com a atual paralisação, alimenta a saudade de seus pares.

E Marcos Braz respondeu o que sente mais falta na rotina, durante este período de quarentena - decorrente da pandemia do novo coronavírus.

- No começo, até gostei. Estava descansando. Mas agora, já passou do momento, estou com saudade. A saudade é demais, enorme. Tem um momento que é mágico para mim: quando o Flamengo sai da concentração (de ônibus) e faz o caminho até o estádio. É o que eu mais tenho saudade.

Ainda não há previsão de quando os atletas retornarão aos treinos. Cabe destacar que as férias do elenco se encerram dia 30 deste mês. Entretanto, o Flamengo segue no aguardo das próximas definições dos órgãos públicos e das entidades esportivas.

Últimas