Futebol Bastidores: divergência de ideias desde chegada do CEO gerou saída de Altamiro Bottino do Botafogo

Bastidores: divergência de ideias desde chegada do CEO gerou saída de Altamiro Bottino do Botafogo

Ex-coordenador científico não vinha falando a "mesma língua" de dirigentes quanto à reformulação do departamento de futebol, principalmente após a chegada de Jorge Braga

Lance
Lance

Lance

Lance

Altamiro Bottino pediu demissão do Botafogo, como o próprio clube divulgou na noite da última quinta-feira. Por mais que não fosse um nome que aparecesse em holofotes, o ex-coordenador científico foi uma das apostas da gestão de Durcesio Mello, atual presidente do clube, para reformular a parte de saúde do Alvinegro.

+ Experiência x Juventude: zagas de gerações distintas se enfrentam no clássico entre Vasco e Botafogo

O profissional não estava concordando com as medidas que vinham sendo adotadas na reconstrução no departamento de futebol do Botafogo. Por não estar na mesma página em relação aos dirigentes do Alvinegro, resolveu pedir o boné.

Tal divergência aumentou principalmente após a chegada do CEO Jorge Braga, que tem sido figura carimbada no dia a dia e decisões do clube desde março, quando foi contratado para liderar a reconstrução do Glorioso. O executivo, apesar de não ter relação direta com Altamiro, mudou parte dos cursos do planejamento que havia sido traçado desde o começo da temporada.

Durcesio Mello até chegou a conversar diretamente com Altamiro e para fazê-lo mudar de ideia, mas não conseguiu - o coordenador científico já havia tomado a decisão. O profissional se despediu dos jogadores e funcionários do Alvinegro com um discurso após o treino de quinta-feira.

Internamente, o presidente lamentou a saída de Altamiro, um nome de confiança da gestão. Em contato com a reportagem do LANCE!, contudo, negou rusgas. "Saiu pela porta da frente. Um baita profissional", afirmou.

PROJETO IMPORTANTE
​Altamiro Bottino liderava um projeto que era considerado importante internamente no Botafogo: a criação de um Centro de Saúde e Performance no Estádio Nilton Santos, como o LANCE! publicou em março.

O profissional liderava a busca por softwares, equipamentos e orçamentos do local. A expectativa de Durcesio Mello era que a plataforma fosse inaugurada ainda em 2021, mas a saída de Altamiro postergará tais planos.

Últimas