Futebol Athletico-PR empata com o Jorge Wilstermann, mas garante vaga

Athletico-PR empata com o Jorge Wilstermann, mas garante vaga

Furacão dominou a partida, mas não conseguiu furar a retranca boliviana. Resultado, porém, foi suficiente para selar a ida às oitavas da Libertadores

Lance
Athletico teve algumas chances, mas não conseguiu marcar

Athletico teve algumas chances, mas não conseguiu marcar

Lance

Pela penúltima rodada do Grupo C da Libertadores da América, na Arena da Biaxada, o Athletico-PR parou na retranca do Jorge Wilstermann e acabou empatando pelo placar de 0 a 0. Mesmo com o empate, o Furacão foi a 10 pontos e garantiu a classificação. Os bolivianos foram a 7 pontos e permanecem na 2ª posição.

Pela última rodada, Athletico enfrenta o Peñarol, no estádio Campeón Del Siglo. Já o Jorge Wilstermann pega o Colo Colo, no Monumental de Santiago. Ambas as partidas serão disputadas no dia 20 de outubro.

A partida
O Athletico-PR mandou no jogo na primeira etapa. O domínio foi absoluto e pode ser facilmente explicado em números. O Furacão teve 80% de posse de bola e 11 finalizações. O Jorge Wilstermann ficou o tempo todo na defesa e não deu nenhum chute no gol.

Apesar do amplo domínio do Athletico-PR, poucas foram as oportunidades de perigo criadas pelos comandados de Eduardo Barros.

A chance mais aguda foi construída aos 41 minutos. Thiago Heleno acertou um lindo lançamento para Abner Vinícius. Dentro da área, o lateral tentou duas vezes, mas o goleiro Gimenez conseguiu salvar os bolivianos.

No finalzinho do primeiro tempo, o goleiro Gimenez saiu machucado para entrada de Ojeda.

O Furacão voltou para segunda etapa determinado a marcar o gol de qualquer maneira. Em 15 minutos, o Furacão criou quatro ótimas chances para marcar, mas sempre pecava na hora da finalização.

Aos 20 minutos da etapa complementar, a oportunidade mais clara da partida. Após lançamento na área, Jorginho cabeceou, mas o goleiro Ojeda defendeu. No rebote, Bissoli bateu, mas a bola bateu em Jorginho e o gol do Furacão não saiu.

A única chance do Jorge Wilstermann surgiu aos 31. Em jogada em velocidade de Pato Rodríguez, a bola sobrou para Melgar. Ele bateu, mas Santos estava lá para salvar o Athletico-PR.

No final do jogo, o Furacão impôs um pressão gigantesca para cima dos bolivianos, mas o Jorge Wilstermann conseguiu se defender muito bem e não permitiu que o Athletico-PR marcasse. Placar Final: 0 a 0.

ATHLETICO-PR X JORGE WILSTERMANN

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data-Hora: 29/09/2020 – 21h30
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Auxiliares: Diego Bonfa (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)
Cartões amarelos: Giménez, Chávez, Justiniano e Pato Rodríguez (JOR), Wellington e Geuvânio (ATH)
ATHLETICO-PR: Santos; Jonathan, Pedro Henrique (Lucas Halter, aos 47’/2ºT), Thiago Heleno e Abner Vinícius; Wellington (Bissoli, aos 18’/1ºT), Erick, Christian e Léo Cittadini (Geuvânio, aos 33’/2ºT); Pedrinho (Lucho González, aos 33’/2ºT) e Fabinho (Jorginho, aos 18’/1ºT). Técnico: Eduardo Barros.
JORGE WILSTERMANN: Giménez (Ojeda, aos 45’/1ºT); Benegas, Zenteno e Montero; Pato Rodríguez, Justiniano, Torrico, Chávez (Orfano, no intervalo) e Aponte (Vaca, no intervalo); Serginho (Melgar, aos 13’/2ºT), e Gilbert Alvarez (Arrascaita, aos 33’/2ºT). Técnico: Christian Díaz.

Ronaldo no topo! Confira maiores centroavantes da história do futebol

Últimas