Futebol Arrascaeta decide no segundo tempo, tem grande atuação pelo Flamengo e mostra estar pronto para final

Arrascaeta decide no segundo tempo, tem grande atuação pelo Flamengo e mostra estar pronto para final

Meio-campista iniciou duelo contra o Santos no banco de reservas, mas precisou de quarenta e cinco minutos para ser, novamente, decisivo e marcar um golaço no triunfo

Lance
Lance

Lance

Lance

Conforme o prometido, Dorival Júnior decidiu utilizar os titulares do Flamengo por alguns minutos para dar ritmo de jogo antes da final da Libertadores. Com isso, Arrascaeta entrou no segundo tempo e, novamente, foi decisivo ao marcar o gol da vitória sobre o Santos, pelo Brasileirão. Mostrou também que, apesar da pubalgia, está pronto para chegar bem na decisão.

+ Com arbitragem polêmica, Flamengo vence o Santos antes de embarcar para final da Libertadores

Uma das preocupações da torcida é sobre a questão física do meia. Em entrevista recente aos canais ESPN, o atleta admitiu 'sofrer' com o problema, mas o foco são as disputas da Libertadores e da Copa do Mundo. Sobre a possibilidade de cirurgia no local, deixou para o fim da temporada.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro


O receio do torcedor é repetir os erros de 2021 e chegar com uma equipe repleta de problemas. Arrascaeta trabalhou com bola ao longo do final de semana e foi aprovado no teste diante do Peixe. Ao entrar no segundo tempo, trouxe dinâmica ao setor e se destacou com mais um gol, o terceiro no Brasileirão.

Em determinados momentos, para alguns, o uruguaio poderia estar se poupando para sábado. Mas o que se viu em campo foi um atleta inteligente, que sabe preencher os espaços e encontrar a melhor opção de passe. Fez a engrenagem rubro-negra girar com qualidade e visão de jogo.

Experiente, não precisou correr o tempo inteiro para ser decisivo. Quando o Peixe deixou tudo igual no placar, o uruguaio distribuiu o jogo e fez uma troca de movimentação com Gabigol. Foi a vez do camisa 14 ir em direção à área e receber um passe açucarado.

+ Dorival cita 'seriedade' do Flamengo e projeta decisão da Libertadores: 'Preparados e concentrados'

Soube explorar o espaço para ficar cara a cara com um inspirado João Paulo. No rebote, Marinho aplicou a lei do ex e recolocou o Flamengo na frente. Em outro momento, aproveitou as descidas de Cebolinha e Ayrton Lucas em profundidade. Flutuando pelos espaços à frente da defesa paulista, Arrascaeta cumpriu bem a sua função.

O lateral por sua vez, foi determinante para a jogada do terceiro gol. Arrascaeta o acionou e se movimentou para receber rasteiro na área. Com um corte seco, tirou o adversário do lance e só teve o trabalho de estufar a meta do Alvinegro Praiano.

+ CBF afasta árbitro e responsável pelo VAR do jogo entre Flamengo e Santos


No Brasileirão, o meia já marcou três gols em 24 jogos, 16 deles como titular. Ao longo das 34 rodadas, deu 56 passes decisivos, com 10 assistências e 15 grandes chances criadas. Em campo, é o grande diferencial do Flamengo na temporada e tem tudo para ser contra o Athletico-PR.

- Eu saí, inclusive, comentando com o preparador físico: o Arrasca voltou a fazer uma partida dentro do seu nível. Fruto dos últimos 15 dias, em que demos mais volume de trabalho para ele. Ele fez o que não vinha fazendo nos últimos dois meses e meio. Isso foi importante. É natural que cada partida tenha uma história, mas acredito que as tomadas de decisões dele foram corretas. Espero que ele chegue no sábado na melhor das condições - disse Dorival.

Últimas