Futebol Arboleda valoriza vitória no Majestoso e comenta reencontro com Ceni no São Paulo: 'Sou fã dele'

Arboleda valoriza vitória no Majestoso e comenta reencontro com Ceni no São Paulo: 'Sou fã dele'

Treinador foi quem pediu a chegada do zagueiro equatoriano ao Tricolor em 2017. Voltando ao time após as Eliminatórias, defensor foi um dos destaques no triunfo no clássico

Lance
Lance

Lance

Lance

Após a vitória do São Paulo no clássico contra o Corinthians por 1 a 0 pelo Brasileirão, o zagueiro Arboleda valorizou a entrega da equipe na conquista dos três pontos. De volta ao time após período com a seleção equatoriana pelas eliminatórias da Copa do Mundo, o defensor afirmou que o triunfo no Majestoso dá uma moral a mais em busca de uma sequência positiva no campeonato.

– Comportamento foi bom, fizemos o que o treinador pediu, clássico se joga e se ganha. A vontade do time, a entrega, é de parabenizar a todos. Começamos por um bom caminho, esses três pontos vão dar uma moral para gente seguir com essa vontade, e é isso. Essa entrega não tem preço. Mostramos que o São Paulo é muito grande, fico feliz por isso. Muito bom vencer um clássico, um rival como o Corinthians. Me sinto muito bem, estou feliz – disse Arboleda à TV oficial do clube.

O clássico também marcou o reencontro de Arboleda com o técnico Rogério Ceni. O treinador foi quem deu o aval para a chegada do zagueiro equatoriano em 2017. Contudo, o defensor fez sua estreia com o ídolo são-paulino a beira do campo apenas no Majestoso da última segunda-feira (18).

> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

Ceni tinha sido demitido poucos dias depois da chegada do zagueiro ao São Paulo. Em sua estreia com a camisa tricolor - na derrota sobre o Santos por 3 a 2 -, Arboleda, que marcou um dos gols da partida, tinha sido comandado pelo então técnico Pintado. O zagueiro falou sobre o reencontro com o treinador.

– Fico feliz pela estreia com ele e muito agradecido, porque foi ele quem me trouxe para cá. Sempre vou levar no meu coração. Sou fã dele. Falei para ele 'obrigado', porque se ele não tivesse me trazido aqui no São Paulo, eu não seria o jogador que eu sou hoje - finalizou.

Últimas