Futebol Árbitro de Boca x Santos tem final de Copa América e suspensão polêmica no currículo

Árbitro de Boca x Santos tem final de Copa América e suspensão polêmica no currículo

Chileno Roberto Tobar será o dono do apito no confronto de ida da semifinal da Libertadores

Lance
Lance

Lance

Lance

O chileno Roberto Tobar será o árbitro de Boca Juniors x Santos, pelo confronto de ida da semifinal da Libertadores, no dia 6 de janeiro, no estádio La Bombonera.

Aos 42 anos, Tobar foi o dono do apito na última decisão da Copa América, entre Brasil e Peru, mas possui um passado nebuloso. Em 2012, ele fez parte do episódio chamado "Clube do Poker", onde as escalas de arbitragem o futebol chileno eram definidas através de rodadas de carteado entre os juízes e a direção do Departamento de Arbitragem. Por conta do episódio, Tobar ficou oito meses afastado dos gramados e teve que recuperar o seu prestígio aos poucos nos anos posteriores.

Além de Tobar, foram o trio de campo os auxiliares Claudio Urrutia e Roberto Molina, também chilenos. A arbitragem de vídeo ficará no comando do paraguaio Juan Benitez, que foi o árbitro de campo no empate em 1 a 1 entre Grêmio x Santos, no dia 10 de dezembro, pelo confronto de ida das quartas de final da Libertadores. A partida ficou marcada por um pênalti contestável marcado ao time gremista no último minuto de jogo.

Últimas