Apresentado, Gabigol se diz 'em casa', faz brincadeira sobre Pedro e avisa: 'Apto para jogar'

Goleador do Brasileiro e da Libertadores de 2019 passou pelo evento protocolar quanto aos reforços do clube. Ele explicou a demora para iniciar as tratativas pela contratação 

Lance

Lance

Lance

Como manda o figurino, Gabigol passou por mais uma etapa protocolar comum às contratações. Na tarde deste sábado, o atacante foi apresentado conforme o script: ao lado de dirigentes, vestiu a camisa (9), interagiu com sócios-torcedores e concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu.

Porém houve um atração à parte: Bruno Spindel (diretor de futebol), Marcos Braz (vice-presidente de futebol), Rodolfo Landim (presidente) e Reinaldo Belotti (CEO) exibiram uniformes com números marcantes do goleador pelo clube, com uma música feita para Gabigol, de MC Poze, ao fundo.

E o artilheiro e campeão do Brasileiro e da Libertadores de 2019 não se poupou ao externar o seu objetivo realizado, o de ficar no Rubro-Negro.

- Minha vontade era ficar no Flamengo. Obviamente as coisas não ocorreram tão rápido assim, mas eu tinha um clube, que era a Inter, sempre respeitei isso. Internamente, todo mundo sabia que minha vontade desde o começo era ficar. Estou muito feliz.

- Eu me sinto muito bem. Me sinto em casa. Sou muito feliz com os companheiros, com a cidade. Já me sinto um pouco carioca. A torcida tem grande influência nisso, e principalmente a criançada, porque tenho sentido carinho por onde vou - completou o atacante.

Gabigol justificou a demora em iniciar as conversas com o Flamengo, ao longo de 2019, para a sua contratação - inclusive confirmou que houve reuniões em Doha, durante a disputa do Mundial de Clubes.

- Focado no Flamengo e queria colocar meu nome e o dos nossos companheiros na história do Flamengo. Todos vão lembrar daquelas taças.

Um dos temas abordados na entrevista coletiva de Gabigol foi uma possível "sombra" de Pedro, contratado por empréstimo junto à Fiorentina, com opção de compra, até dezembro. Barbosa brincou em sua resposta:

- Sombra? Sombra nada. Sombra é para os adversários. Quem vai ter que correr atrás agora são os outros (risos).

Já regularizado, Gabigol se pôs a disposição para estrear já nesta segunda, quando o Flamengo enfrenta o Resende, pela Taça Guanabara. E convocou a Nação:

- Eu me cuidei bastante nas férias. Perdi só dois treinos, nada demais. Já me sinto muito bem, apto para jogar. Obviamente quem manda é o Mister. Se for a opção vou ficar muito feliz. Estava ansioso para vestir a camisa e entrar no Maracanã - falou.

Para o "final feliz", o negócio foi firmado em, aproximadamente, 17 milhões de euros (cerca de R$ 78 milhões pelas cotações atuais), por um vínculo até 2024. Gabigol marcou incríveis 43 gols em 59 partidas na última temporada.