Após maratona, Timão terá 'semana cheia' esperada por Tiago Nunes

Depois de enfrentar Coritiba, nesta quarta-feira, Corinthians terá sua primeira semana completa de trabalho desde a retomada das competições

Quase um mês depois, Tiago Nunes terá uma semana cheia para trabalhar

Quase um mês depois, Tiago Nunes terá uma semana cheia para trabalhar

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

A paralisação provocada pela pandemia de coronavírus apertou ainda mais o calendário brasileiro e os clubes, quando retomaram as competições, já sabiam que teriam que passar por uma maratona de jogos. Dessa forma, qualquer possibilidade de ter uma semana cheia é comemorada, como irá acontecer com o Corinthians, após enfrentar o Coritiba, nesta quarta-feira (19), na Arena.

Do dia 22 de julho, quando enfrentou o Palmeiras no primeiro jogo após a pausa, até dia 19 de agosto, data do duelo com o Coxa, pelo Brasileirão, o Timão terá feito nove partidas em 28 dias, ou seja, um confronto a cada três dias, sem ter muito tempo de treinamento entre um compromisso e outro, o que apressa a recuperação dos jogadores e limita os trabalhos táticos.

No último sábado, após o empate em 0 a 0 com Grêmio, em Porto Alegre, o técnico Tiago Nunes afirmou que seu time titular se encontra no limite físico depois de passar por essa maratona nesta retomada do futebol, algo que só poderia ser amenizado com um rodízio no elenco ou com uma semana cheia sem jogos para poder recuperar fisicamente seus atletas mais desgastados.

- A gente fez o oitavo jogo em 23 dias, então é algo surreal você jogar oito jogos em 23 dias. Fisicamente a equipe está em um limite muito grande, tem sofrido no segundo tempo, mesmo com as oportunidades de troca, a gente tem sofrido pela repetição do time, pelo desgaste físico dos jogadores, e a gente só vai conseguir isso se a gente tiver a capacidade de rodar mais vezes a equipe com a mesma qualidade e também ter uma semana cheia para poder recuperar os jogadores - declarou o comandante corintiano.

Veja mais: Mesmo criticado, Luan tem apoio da comissão técnica e busca boa fase

E ele não terá de esperar muito mais para ter essa tão aguardada semana "cheia", já que após enfrentar o Coritiba, na próxima quarta-feira, dia 19 de agosto, o Corinthians só voltará a campo na outra quarta-feira, dia 26 de agosto, para pegar o Fortaleza, ou seja, haverá um espaço de sete dias entre um compromisso e outro, algo que não havia acontecido nesta retomada.

A partida, inicialmente, estava marcada para sábado, dia 22, mas por conta de uma solicitação da detentora dos direitos de TV, o duelo foi adiado para o dia 26, semana em que o Brasileirão terá uma "trégua" para a disputa dos jogos de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Os quatro grandes do estado de São Paulo só entrarão na fase de oitavas de final da competição nacional.

Outro fator importante desse período de recuperação física do Corinthians é a ausência de viagens por um bom tempo. Depois de enfrentar o Grêmio, em Porto Alegre, o próximo compromisso fora da capital paulista será apenas no dia 2 de setembro, diante do Goiás, pela 7ª rodada do Brasileirão. As partidas contra o Coritiba e contra o Fortaleza serão na Arena, em Itaquera, e o jogo seguinte, diante do São Paulo, será no Morumbi, com mando do rival.

Veja mais: Pedrinho sobre Jesus: 'resgatou verdadeiro futebol brasileiro'

Antes disso, Tiago Nunes e seus comandados esperam conquistar a primeira vitória do Corinthians no Brasileirão-2020, nesta quarta-feira, às 21h30, diante do Coritiba, na Arena, pela quarta rodada da competição. Até aqui foram dois jogos, uma derrota e um empate, ambos fora de casa. Nesta terça-feira, às 15h30, o treinador fará seu último trabalho antes de enfrentar o Coxa.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Jogadores do Brasileirão já foram pegos pela covid-19. Veja lista