Após 10 dias de atividades, saiba como Corinthians tem preparado Jô

Atacante está há muito tempo sem jogar e tem ficado aos cuidados da fisioterapia antes de ser integrado aos trabalhos com os companheiros

Jô tem ficado a maioria do tempo sob os cuidados da fisioterapia do Timão

Jô tem ficado a maioria do tempo sob os cuidados da fisioterapia do Timão

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Não há dúvidas de que Jô é a grande novidade do Corinthians nesta retomada do futebol no país, depois da paralisação provocada pela pandemia de coronavírus. No entanto, o jogador ainda não tem treinado junto com os companheiros, que já estão em trabalhos com bola. Tudo isso pelo cuidado que a comissão técnica tem tratado dessa readaptação do atacante ao Brasil.

Após dez treinos nessa volta ao CT Joaquim Grava, Jô tem ficado a maioria do tempo sob os cuidados da fisioterapia, mais especificamente nas dependências do Laboratório R9, de biomecânica, e de campos anexos com equipamentos que suprem as necessidades dos jogadores que estão nessa etapa de trabalho.

O centroavante está sem jogar desde dezembro de 2019 e não teve uma pré-temporada adequada já que estava se recuperando de uma lesão no joelho, além de ser proveniente do futebol japonês, que tem um nível bastante diferente do brasileiro. Dessa forma o primeiro movimento da comissão técnica foi de ter prudência e cuidado com os procedimentos com o ídolo corintiano.

- Jô é um jogador que desde o fechamento da negociação já teve acompanhamento da preparação física, nutrição e parte técnica. A gente enviou um programa para ele finalizar os treinos mesmo antes de se apresentar, cerca de dois dias. Chegou, faz trabalho especial para entrar na melhor fase para enfrentar essa carga que a gente tem de treino. Ele estava fora, precisa receber essa carga mais dentro do contexto do futebol brasileiro, estamos tendo todos os cuidados com ele - explicou Michel Huff, preparador físico do Timão, durante coletiva na última semana.

Veja mais: Quais os elencos mais valiosos do Brasil após a pandemia? Confira!

Ainda não há previsão para que ele seja integrado aos treinos com bola do elenco, que gradativamente estão ganhando mais intensidade desde que foram liberados, na última quarta. Enquanto isso ele segue fazendo outras atividades sob os cuidados dos fisioterapeutas Luciano Rosa e Caio Mello, e de outros atletas que estão voltando de lesão, como Danilo Avelar e Léo Santos.

No último sábado, eles utilizaram o Reaction Ball, equipamento que fica ao lado do Lab R9 e promove situações reais de jogo, fazendo com que os jogadores tenham que dominar a bola atirada por um canhão e finalizar no local indicado pela máquina com velocidade e precisão. Segundo Luciano Rosa, fisioterapeuta do clube, isso ajuda a simular situações reais de uma partida e aproxima Jô e seus colegas de poderem trabalhar com os outros companheiros.

- Esse trabalho é importante para quem tem que voltar a ter tempo de bola, porque eles ficaram três meses sem contato com ela, e assim eles vão treinando essa parte de reatividade, mas com jogo, com bola. Então esse trabalho é bastante importante para a gente ter o retorno adequado aos treinamentos com bola - declarou o profissional corintiano.

O Corinthians volta a treinar na manhã desta segunda-feira, seguindo a preparação nesta retomada das atividades. Vale lembrar que ainda não há uma data para o reinício do Campeonato Paulista, competição que o clube disputa que está mais próxima de ter o retorno confirmado. A CBF, por sua vez, estuda o fim de semana dos dias 8 e 9 de agosto para começar o Brasileirão-2020.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Time dos sonhos? Confira elenco com jogadores em fim de contrato