Ao L!, Wesley fala sobre início de temporada no Aston Villa: 'A torcida me recebeu de braços abertos'

Atacante brasileiro é o principal goleador do Villa até o momento, com quatro gols na Premier League, e chegou como a contratação mais cara da história do clube

Lance

Lance

Lance

Imagine uma situação onde você, sem ter jogado como profissional em um clube do seu país natal, e com apenas 22 anos de idade, é contratado por um valor recorde de 25 milhões euros (R$ 105 milhões) por um dos times mais tradicionais do futebol inglês. Foi exatamente isso que viveu o brasileiro Wesley Moraes, atacante do Aston Villa.

Com quatro gols e uma assistência em oito rodadas na Premier League, Wesley é um dos principais destaques do Villa na temporada até o momento, e falou com exclusividade com o LANCE! sobre sua vida, sua carreira na Europa, que tem uma passagem marcante pelo Club Brugge, da Bélgica e sobre as primeiras impressões na Inglaterra.

- Sou de Juiz de Fora e, apesar de jovem, já enfrentei e superei muitas situações complicadas. Comecei a jogar bola aos 6 anos, no futsal. Quem está comigo desde o começo sabe de tudo o que passei. Graças a muito trabalho e dedicação, consegui chegar até aqui e estou feliz, mas sei que posso evoluir muito e vou seguir focado em alcançar meus objetivos - se apresentou o atacante.

CHEGADA AO ASTON VILLA
​Na última janela de transferências, Wesley, até então no Brugge (BEL) foi contratado pelo Aston Villa por 25 milhões de euros, se tornando o primeiro brasileiro a jogar pelo Villa, e de quebra, a maior contratação da história do clube.

Recém-chegado, o brasileiro comentou sobre toda aura que envolve a Premier League, como o campeonato nacional mais disputado do mundo do futebol.

- As primeiras impressões foram as melhores possíveis. Também fui muito bem tratado aqui e, apesar do pouco tempo na Inglaterra, estou me adaptando rápido. A Premier League é a principal liga do mundo. É uma competição extremamente equilibrada e os jogos são disputados em uma intensidade altíssima. Não é fácil chegar e jogar. Aos poucos, você vai tendo a leitura do jogo, começa a perceber como os times atuam, a forma que os juízes apitam e essas coisas. Estou feliz e motivado. Será uma temporada de amadurecimento e evolução profissional e pessoal - frisou.

Wesley - Aston Villa

Wesley - Aston Villa

Lance

Wesley em sua apresentação pelo Villa (Foto: Divulgação)

OS GOLS
​Depois de passar as duas primeiras rodadas da Premier League em branco, Wesley marcou seu primeiro gol com a camisa do Aston Villa na 3ª rodada, em casa, contra o Everton, no que foi também a primeira vitória do Villa neste retorno à primeira divisão inglesa.

Desde então, o brasileiro balançou as redes mais três vezes. Marcou contra o Arsenal, deixou dois contra o Norwich.

- Marcar é sempre importante. E o primeiro a gente nunca esquece. Aquele foi especial porque, além de ter sido o meu primeiro aqui no Villa, abriu o caminho para a nossa primeira vitória na competição. A torcida me recebeu de braços abertos e o pessoal sempre me trata com muito carinho nas ruas. Estou focado e farei de tudo para ajudar o clube a realizar uma boa temporada - destacou.

Wesley Moraes - Aston Villa

Wesley Moraes - Aston Villa

Lance

Wesley marcou contra o Everton (Foto: AFP)

O PESO DOS 25 MILHÕES E PARCERIA BRASILEIRA
​Recém-promovido a primeira divisão depois de três temporadas na Championship, o Aston Villa chegou forte no mercado de transferências para reforçar sua equipe para a Premier League, e Wesley foi o grande nome, custando 25 milhões de euros, sendo a contratação mais cara da história do clube.

- É uma honra poder jogar por um dos clubes mais tradicionais da Inglaterra e da Europa. Me sinto muito honrado e, como já disse, irei me dedicar demais para retribuir toda essa confiança. Em relação às negociações, tenho o meu staff e procuro não me meter. Confio nas pessoas que trabalham comigo e eles sabem quais são os meus objetivos. Quando comentaram sobre a possibilidade de jogar no Aston Villa, não pensei duas vezes e aprovei na hora. Acredito que (o peso de ser a maior contratação atrapalhe) não. Estou muito tranquilo e extremamente focado em fazer o melhor e retribuir essa confiança - salientou.

Além de Wesley, o Villa também contratou outro brasileiro: o volante Douglas Luiz, junto ao Manchester City. E a parceria brasileira tem dado resultado, já que os dois juntos já marcaram seis gols.

- Foi ótimo ele ter vindo pra cá porque é outro brasileiro e a gente se ajuda bastante. Nossa relação é ótima. Sempre estamos juntos e essa companhia é boa tanto pra ele como pra mim. Ajuda demais na adaptação ao país.

PASSAGEM PELA BÉLGICA E GOL NA LIGA DOS CAMPEÕES
Antes de ser contratado pelo Aston Villa, Wesley passou pelo Trencin, da Eslováquia e foi ganhar notoriedade no cenário do futebol europeu com a camisa do Club Brugge, da Bélgica, onde atuou de 2016 até o meio de 2019.

Com as cores do time belga, o brasileiro fez 130 partidas, balançando as redes em 38 oportunidades, além de 15 passes decisivos para gols.

- Desde os meus primeiros dias na Bélgica, sempre fui muito bem tratado. O campeonato local é bem disputado e os jogadores são bastante técnicos. Não é por acaso que a seleção está indo super bem nas competições e o país tem atletas em diversos clubes de ponta. Serei eternamente grato pela oportunidade que tive e tenho muito carinho pela Bélgica - disse.

E foi com a camisa do Brugge que Wesley viveu um dos momentos mais marcantes de sua curta carreira até então. Em 2018, contra o Monaco, o brasileiro marcou pela primeira vez na Liga dos Campeões, no empate por 1 a 1, na Bélgica, e na rodada seguinte, fora de casa, o Brugge goleou o Monaco por 4 a 0, e Wesley marcou mais uma vez.

- Tive a oportunidade de disputar a Liga dos Campeões e foi um dos meus sonhos realizados. Poder marcar gol foi algo ainda mais especial. Estou trabalhando forte e, se Deus quiser, logo terei a chance de voltar a jogar a competição novamente - lembrou.

Monaco x Brugge

Monaco x Brugge

Lance

Wesley comemora gol marcado pelo Brugge (Foto: AFP)

A MUDANÇA
Acostumado com a Liga Belga, Wesley comentou também sobre as dificuldades com a mudança repentina para a Premier League após três temporadas em campeonato inferior.

- Sempre muda. Cada liga tem suas particularidades e seus estilos. O futebol belga é muito bom e os jogadores têm bastante qualidade. A Premier é disputada num ritmo mais acelerado e as equipes jogam com mais intensidade. Os juízes também apitam menos e deixam o jogo correr. Aos poucos, você vai aprendendo e se adaptando ao estilo da competição - alertou.

RELAÇÃO COM OS TORCEDORES DO VILLA E EXPECTATIVAS
​Por ser o principal reforço do Villa para a temporada, Wesley tem toda uma pressão para dar respostas dentro de campo por conta do alto investimento do clube, e tem correspondido bem até aqui nessa temporada de retorno a Premier League. Na última rodada, na goleada contra o Norwich, após dois gols marcados, o brasileiro entrou para a seleção da semana da liga pela primeira vez, e caiu de vez nas graças da torcida do Villa.

- (Relação com a torcida) É a melhor possível. Desde a minha chegada, o pessoal me recebeu de braços abertos. Quando saio para passear na rua, também sinto o carinho que eles já têm por mim e farei de tudo para representar bem o clube e retribuir todo esse carinho dentro de campo - destacou, mas sem fazer promessas para o futuro.

- Não gosto de prometer gols e essas coisas, mas posso garantir que sou um jogador muito focado, dedicado e profissional. Não medirei esforços para representar bem o clube e retribuir a confiança que foi depositada em mim.

Nesta parada de Data Fifa, o Aston Villa está na 15ª posição da Premier League, com oito pontos em oito rodadas, mas com projeção crescente no campeonato, já que conta com jovens promissores no elenco, que podem ajudar o Villa a subir na tabela. No entanto, Wesley faz questão de manter os pés no chão.

- A temporada está só começando e é difícil fazer qualquer previsão. Neste momento, o que precisamos fazer é focar sempre no próximo jogo. Nosso objetivo é somar o maior número de pontos possíveis - completou.

SELEÇÃO BRASILEIRA?
Graças a sua grande atuação contra o Norwich, Wesley foi colocado na seleção da semana da Premier League, como o melhor atacante da rodada. Artilheiro do Villa na temporada, o brasileiro comentou sobre a possibilidade de, se mantiver o ritmo, ser convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira.

- Assim como todo jogador, eu também penso em seleção. Um dos meus grandes objetivos na carreira é defender o Brasil e poder representar o meu país numa Copa do Mundo, mas eu tenho os pés no chão. Acabei de chegar ao Aston Villa e o meu único pensamento agora é focar na Inglaterra e ajudar o clube a realizar uma boa Premier League. Se eu fizer uma boa temporada, acredito que as coisas irão acontecer de forma natural. Não posso ficar pensando lá na frente. É um passo de cada vez. Tudo no seu tempo - finalizou.