Fluminense

Futebol André diz que Roger o deixou tranquilo por chances no Fluminense e avalia atuação após três meses fora

André diz que Roger o deixou tranquilo por chances no Fluminense e avalia atuação após três meses fora

Volante jogou por 73 minutos no empate por 1 a 1 com o Fortaleza, na quinta rodada do Campeonato Brasileiro, no Castelão

Lance
Lance

Lance

Lance

Alguns torcedores do Fluminense podem ter terminado de ver o empate por 1 a 1 com o Fortaleza com um gosto amargo pela sensação de que dava para sair com os três pontos. No entanto, a noite foi especial para um jogador. Depois de três meses sem jogar, André voltou a ser titular na equipe. Sob os holofotes por conta da suspensão de Yago Felipe, o jovem criado nas categorias de base foi bem nos 73 minutos que esteve em campo.

+ ATUAÇÕES: Caio Paulista abre o placar para o Fluminense no Castelão e recebe a melhor nota

De acordo com números do "SofaScore", André teve 93% de passes certos, três duelos terrestres ganhos e um aéreo. Além disso, sofreu duas faltas, cometeu uma, deu um bloqueio e um desarme. Em contato com o LANCE!, o atleta falou sobre como vinha sendo a relação com o técnico Roger Machado nesse período fora, inclusive no momento em que ficou bem próximo de deixar o Fluminense.

- O Roger sempre procurou me deixar tranquilo e que se eu desse o meu melhor nos treinamentos, a oportunidade iria chegar. E aconteceu de aparecer num jogo importante, fora de casa e contra uma equipe que vive um ótimo momento. Me preparei bastante para poder conseguir corresponder em campo. Roger é um grande treinador e sempre me deixou tranquilo em relação a essa questão de chances na equipe - afirmou o jogador.

Veja a tabela do Brasileirão

Formado em Xerém, André não joga desde 20 de março, quando entrou em campo aos 34 minutos do segundo tempo na vitória sobre o Bangu, no Estadual. A última partida como titular foi em 14 de março, no clássico com o Flamengo, quando foi substituído no intervalo. Por conta do longo período fora, ele foi substituído no segundo tempo, mas aprovou a atuação.

- Acredito que fiz uma partida de razoável para boa, ainda mais que eu estava há algum tempo sem atuar. Me senti bem, apenas um cansaço no fim da partida que era natural. Acredito que pude ajudar meus companheiros a sair de Fortaleza com um ponto importante para o Fluminense.

Após a partida, Roger elogiou bastante o jovem e afirmou que ele se credenciou para entrar na briga por uma vaga na ausência de Martinelli ou Yago. O primeiro, inclusive, está suspenso na partida de ida das oitavas de final da Libertadores, o que abre a possibilidade de André estrear na competição em julho, diante do Cerro Porteño (PAR). O volante falou sobre a disputa com Wellington.

- Wellington é um cara experiente, vencedor e quem tem a ganhar com isso tudo é o Fluminense. A gente está sempre dando o nosso melhor no dia a dia e seja quem for escolhido pelo professor Roger, tenho certeza que vai dar conta do recado - finalizou.

Na quarta-feira, o Fluminense volta a entrar em campo. Desta vez já podendo contar com Yago Felipe, a equipe encara o Atlético-GO, às 19h, fora de casa, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Últimas