Futebol Alessandro diz que Corinthians ainda não negocia com treinador e que Danilo pode dirigir o time contra o del Valle

Alessandro diz que Corinthians ainda não negocia com treinador e que Danilo pode dirigir o time contra o del Valle

Gerente defutebol corintiano também disse que clube não entrou em contato com Tite e Mano Menezes após a saída de Cuca

Lance

O gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes, disse que o clube alvinegro não negocia com técnicos neste momento. Ele afirmou que o departamento de futebol corintiano conversou com alguns profissionais, mas não avançou para nenhuma negociação.

O ex-lateral do Timão não quis falar em prazos para a contratação de um novo treinador, mas deixou claro que há chances da equipe ter novamente o comando de Danilo nesta terça-feira (2), quando o time do Parque São Jorge enfrenta o Independiente del Valle, do Equador, pela Libertadores.

+ ATUAÇÕES: Róger Guedes e Paulinho são os melhores na derrota do Corinthians no Dérbi

- Prazo no futebol é difícil, porque a gente fala uma coisa hoje, amanhã pode mudar. Eu sei que tem uma expectativa muito grande por parte do nosso torcedor para saber o mais breve possível quem vai ser o treinador do Corinthians, mas a gente não pode também estabelecer um prazo e não cumprir com ele. Estamos incansavelmente trabalhando todos os dias, passando noite e dia no CT. Hoje o Danilo, nosso treinador do sub-20, comandou um jogo muito difícil, no qual a gente agradece. Há chances dele (comandar o time) na terça-feira, se a gente não definir (um novo treinador). Amanhã de manhã ele comanda o trabalho junto com o Mauro (da Silva, observador técnico), Fernando (Lázaro, auxiliar), junto com a nossa equipe, para amanhã a gente fazer um trabalho para regenerar quem jogou hoje e trabalhar aqueles que não, já visando o jogo de terça-feira - disse o gerente na zona mista do Allianz Parque, após o Timão perder por 2 a 1 para o Palmeiras, pelo Brasileirão, na noite do último sábado (29).

Alessandro negou que o Corinthians tenha recebido negativas de técnicos nos últimos dias, porque não fez proposta efetivamente para profissional algum. Ele disse que nomes como os de Tite e Mano Menezes são sempre lembrados, por conta do histórico de conquistas que ambos têm pelo Timão, mas que não foram procurados após a saída de Cuca.

- Não teve negativas, porque a gente não negociou efetivamente com ninguém. Eu entendo que, por exemplo, vocês (jornalistas) falem. Vou mencionar esses dois nomes que são normais que se especulem todas as vezes que o Corinthians ficar sem treinador, que é o Tite e o Mano. São dois treinadores vencedores no clube, com identificação muito grande, e todas as vezes que o Corinthians estiver sem treinador, os dois nomes vão ser lembrados e especulados - pontuou Alessandro.

- Não procuramos (o Tite), conversamos em outros momentos, não nesses últimos dias. Mano está trabalhando, Tite tem um projeto profissional que não é o Brasil neste momento. E a gente tem muito respeito pelas definições dos profissionais. A gente tem que trabalhar outras possibilidades também para o nosso comando técnico - acrescentou o gerente de futebol.

Alessandro Nunes - Corinthians

Alessandro Nunes - Corinthians

Lance

Alessandro foi o responsável pelo departamento de futebol corintiano que falou na zona mista (Foto: Fábio Lázaro/LANCE!)

Alessandro evitou falar sobre Róger Machado, principal nome em pauta neste momento, não descartou a busca por estrangeiros e não quis dizer qual é o perfil de trabalho procurado.

+ Assine o Star+ por apenas R$32,90 por mês e acompanhe o Verdão na Libertadores quando e onde quiser!

- O Mano está trabalhando. Vamos respeitar que hoje ele é treinador do Inter. Não é um nome para colocar nesse leque, porque ele está trabalhando. O Róger (Machado) não está trabalhando, assim como outros profissionais não, mas isso é muito relativo. Já estou falando de profissionais que estão trabalhando e outros não. Amanhã a gente anuncia alguém de outro clube e aparenta que eu quis passar uma impressão errada para vocês. Eu entendo especialmente o nosso torcedor, que quer entender quem vai ser o nosso próximo treinador, mas eu não posso falar de algo que não esteja realmente acontecendo. Não estamos conversando com alguém prestes a negociar. Você não pode descartar nenhuma situação - afirmou Alessandro, que acrescentou.

- Pode ser brasileiro, pode ser estrangeiro. Nunca se viu tantos treinadores estrangeiros trabalhando no Brasil, mas o nosso respeito pelos treinadores brasileiros. Notadamente existem treinadores brasileiros capazes de dirigir o Corinthians.

A diretoria corintiana voltará a discutir as possibilidades para um novo treinador neste domingo (30). E ainda que Danilo esteja sobrevisado que pode comandar o clube contra o Independiente del Valle, existe a chance de um anúncio antes do jogo pela Libertadores e que o novo profissional já estreie no compromisso que é importante para as pretensões do Timão na competição continental.

Últimas