Ainda sem data para volta, Flamengo fará testes em jogadores e familiares

O Dr. Márcio Tannure, em entrevista à FlaTV, detalhou os procedimentos que serão adotados pelo clube no retorno das atividades - o qual ainda não tem data para acontecer

Lance

Lance

Lance

Em entrevista ao canal do Flamengo, o Dr. Márcio Tannure deu detalhes de como será o retorno das atividades do elenco profissional após a paralisação por conta do coronavírus. O médico, que faz parte das comissões da CBF e Ferj, explicou que ainda não há data para a volta dos treinos acontecer, apesar das férias do time se encerrarem nesta quinta-feira, mas, quando isso acontecer, todos jogadores, membros da comissão técnica e familiares serão testados.

- O término das férias não é sinônimo de retorno das atividades. Não tenho a menor dúvida de que, quando essa data chegar, só vamos voltar passando por todos protocolos médicos que elaboramos. Todos serão testados e após esse primeiro teste, por um período, serão retestados para que a gente não tenha a janela imunológica, como dizemos. Vão passar por todos procedimentos. Serão testados e avaliados. Não só os jogadores. Todos da comissão técnica, todos familiares envolvidos. Não adianta simplesmente testar o jogador e ter alguém contaminado na casa dele - afirmou o Dr. Tannure, antes de complementar:

- Após isso, vamos conseguir dividir os grupos, com a sorologia positiva, para saber quem é ou não é imune até que a gente tenha uma população considerada imunizada, que já teve contato e tem anticorpos contra isso.

O chefe do departamento médico do Flamengo ainda comentou sobre o processo de criação do protocolo de segurança, o qual ele fez parte ao lado de médicos do Vasco, Botafogo, Avaí, Ponte Preta, Atlético-MG e Seleção Brasileira, além de médicos da Ferj, da CBF e de consultorias com dois infectologistas.

- Foi criado uma comissão especial para discutir o caso da Covid-19, quais são as melhores práticas, criar os protocolos necessários para voltarmos com segurança. Criamos o protocolo com cuidado higiênico muito rígido. Conversamos com vários infectologistas, órgãos de saúde, trocamos ideias com médicos de outras ligas. Teremos cuidados de distanciamento, equipamento, acompanhamento de exames e clínico de jogadores, funcionários e familiares.