Lance Fluminense busca evitar 'nova surpresa' do Al Ahly no Mundial de Clubes e tem lições das quartas de final

Fluminense busca evitar 'nova surpresa' do Al Ahly no Mundial de Clubes e tem lições das quartas de final

Equipe egípcia nunca chegou na final do torneio intercontinental

Lance

Na vitória sobre o Al-Ittihad, o Al Ahly surpreendeu o mundo do futebol ao despachar Benzema e companhia do Mundial de Clubes. Na semifinal do torneio, o Fluminense precisa ter atenção com os pontos fortes da equipe egípcia.

Em coletiva, Fernando Diniz afirmou que assistiu sete partidas da equipe comandada por Marcel Koller como parte da preparação do Tricolor. Além disso, o comandante acompanhou de perto o triunfo do maior clube africano sobre a sensação saudita na Joia do Rei.

➡️ Tudo sobre o Tricolor agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Fluminense

 Camisa 10 do Al Ahly, Percy Tau mostrou-se um jogador muito agressivo atuando pelo lado direito do campo. Diante do Fluminense, o sul-africano deve ter alguns embates com Marcelo, que demonstrou deficiências defensivas ao longo de 2023.

É provável que o lateral-esquerdo precise da ajude de seus companheiros para contar o ímpeto, principalmente no início de jogo, de Tau. Nesse sentido, André e Martinelli serão essenciais no auxílio ao camisa 12.

⤴ Além de Tau, o Al Ahly também conta com Hany na lateral-direita, que é um jogador que vem recebendo muitas convocações para defender o Egito. Além de ser um atleta seguro do ponto de vista defensivo, o atleta também é um rompedor de linhas do adversário.

No duelo contra o Al-Ittihad, os egípcios chegaram com perigo muito mais pela direita do que pelo lado esquerdo. É mais um cuidado que Fernando Diniz precisará ter no setor com ajuda desde os atacantes até a linha de defesa.

 Eleito melhor jogador da partida contra o Ittihad, Attia foi um dos principais atletas do Al Ahly, tendo percorrido 11 km ao fim da partida. Além disso, o volante foi responsável por 39 pressões contra os rivais sauditas.

Apesar da boa atuação do camisa 13, a equipe de Marcelo Gallardo conseguiu produzir boas chances ofensivas a partir da criatividade de Igor Coronado quebrando as linhas pelo meio, mas também com jogadas trabalhadas principalmente pelo lado direito.

Últimas