Lance Fernando Miguel elogia Luxemburgo: 'Ele dá liberdade e responsabilidade para tomar decisões'

Fernando Miguel elogia Luxemburgo: 'Ele dá liberdade e responsabilidade para tomar decisões'

Em entrevista coletiva, goleiro analisa o momento do Vasco no Brasileirão e comenta sobre a preparação da equipe para o duelo de domingo contra o Bahia, às 16h, em São Januário

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Após o empate por 1 a 1 com o Palmeiras, na última terça, o elenco do Vasco viajou para Atibaia, em São Paulo, no intuito de se preparar para uma decisão contra o Bahia, em São Januário, no domingo. Em coletiva virtual, o goleiro Fernando Miguel elogiou o trabalho de Vanderlei Luxemburgo e ressaltou que a equipe não pode vacilar neste momento decisivo da temporada.

> Confira a tabela atualizada do Brasileirão 2020 e simule os resultados


- A relação com o Vanderlei já é construída desde a temporada passada. Quando chegou o momento era mais ou menos parecido com esse, porém ele chegou mais no início do Brasileiro. E teve mais tempo para colocar em prática tudo aquilo que imaginava e que precisava para fortalecer as lideranças que precisam ser fortalecidas. Esse é um momento que essa parceria que traz essa identificação, onde ele já conhece o grupo lá de trás, precisa ser mais prática e certeira. São poucos jogos que temos, e ele chegou num momento muito delicado. Ele trouxe bastante segurança, confiança, validou a liderança de todos - disse.

- Claro que não é só minha e do Castan (liderança), há muitos jogadores que podem compartilhar e dividir com os mais jovens as responsabilidades. Ele faz um trabalho de valorização de todos, dá liberdade e responsabilidade para tomar decisões, mas ao mesmo tempo cobrando responsabilidade com todo o processo que envolve esse momento da temporada. É um momento em que não podemos vacilar. Esse conhecimento que ele tem sobre a gente é fundamental nesse momento - completou.

O arqueiro também comentou sobre as boas atuações do Vasco contra equipes da parte de cima da tabela (Atlético-MG e Palmeiras), mas ressaltou que o Gigante da Colina está se preparando para não ser surpreendido pelo Bahia. Um exemplo disso foi a derrota para o Coritiba, que na época era lanterna do Brasileirão, em São Januário.

- Precisamos encontrar soluções quando somos surpreendidos nas partidas. Nos serviu de lição para que tivéssemos capacidade de leitura de percepção dos jogos para quando as equipes têm mudança de postura. Estamos nos preparando para não sermos surpreendidos pelo Bahia, que teve um investimento alto, mas está lutando pelo mesmo objetivo que o nosso time - completou.

No próximo domingo, o Vasco entra em campo diante do Bahia, às 16h (de Brasília), em São Januário. O confronto é decisivo, e em caso de vitória, o time pode abrir uma boa distância da zona de rebaixamento restando poucos jogos para o fim do campeonato.

Últimas